Maranhão

Preço do combustível pode voltar a subir no Maranhão

Empresários recorreram da decisão que obrigava postos a reduzirem preços. Caso o TJ acate recurso, postos podem voltar a praticar preço anterior.

Depois de serem obrigados a reduzirem os preços da gasolina e do diesel por ordem de uma liminar da Justiça, expedida no último dia 13, donos de postos de combustíveis de São Luís resolveram recorrer da decisão judicial. Revendedores recorreram após os 244 postos serem notificados.

O caso agora está nas mãos do desembargador Guerreiro Junior que pode derrubar a liminar que determinou a redução dos preços da gasolina e do diesel. Caso isso aconteça, os postos vão poder voltar a praticar os preços anteriores, considerados abusivos pelos órgãos de defesa do consumidor.

A decisão que determinou a redução dos preços, é do juiz da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, Douglas Martins. Segundo ele, o poder judiciário só entrou no caso porque há fortes indícios de que haveria a prática de cartel entre os revendedores. “Naquela situação quase todos os postos praticavam o mesmo preço, próximo de R$ 3,50 o preço da gasolina, então a suspeita de que havia formação de cartel era muito forte. Por isso o poder judiciário pode interferir. Então não se trata de tabelamento de preço”, justificou.

Para que o valor da bomba não aumente de novo, o movimento de defesa do consumidor lançou uma petição na internet. De acordo com o conselheiro do movimento, Joadson Júnior, a intenção é colher o máximo de assinaturas pra manutenção dos preços atuais. Do G1MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários