Maranhão

Ônibus voltam a circular na capital maranhense durante à noite

onibus

Ônibus voltam a circular na cidade durante o dia e noite, e postos de combustíveis ficam proibidos de vender gasolina em garrafas pets. Estas foram uma das decisões tomadas durante reuniões que ocorreram no final da tarde de ontem, na sede do comando geral da Polícia Militar, no Calhau.

Em um dos primeiros encontros, o comandante da PM, coronel Zanoni Porto, recebeu o secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Carlos Rogério; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Maranhão (STTREM), Gilson Coimbra; e o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET), José Luis Medeiros, acertaram o retorno da frota total de ônibus na cidade durante o período da noite. “Estamos dando um voto de confiança para o comandante da PM e hoje, os coletivos estão rodando normalmente”, declarou o Gilson Coimbra.

Um documento com todos os pedidos de reivindicações sobre segurança foi entregue nas mãos de Zanoni Porto. Ele garantiu que a Polícia Militar vai intensificar o policiamento ostensivo com novas estratégicas, principalmente, naquelas áreas onde há um grande número de registros a assaltos a ônibus.

No começo na noite, a maioria dos coletivos foi recolhida para a garagem por volta das 19h, causando pânico na população. Mas, segundo a direção do SET, menos de 40% da frota continuou rodando pelas avenidas da capital. “De fato, os ônibus estavam circulando, no entanto, não tinham passageiros e a cidade vazia, os empresários recolheram a frota”, destacou Gilson Coimbra.

No período da manhã, ocorreu uma reunião na SMTT, no Maranhão Novo, em que foram traçados os argumentos para ser tratado com os representantes da segurança pública.

Postos em alerta
Devido aos fortes boates a ataques a postos de combustíveis da capital, a classe empresarial deste ramo se reuniu com Zanoni Porto. No decorrer do encontro, também traçaram políticas de policiamento e decidiram que não poderá ser comercializado gasolina, diesel ou álcool para colocar em garrafa pet.

Ainda esta semana, vai começar uma fiscalização nesses estabelecimentos e haverá uma reunião com os representantes da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para oficializar a decisão. “Essa medida é uma forma de dificultar as ações dos criminosos e proporcionar mais segurança para a população”, destacou Zanoni.

Durante a noite de ontem, muitos motoristas ficaram com receio de abastecer o carro nos postos de combustível e alguns deles encheram o taque no período da tarde. “Vou primeiro deixar a poeira de violência baixar um pouco para freqüentar os postos durante a noite, enquanto, isso, vou encher o meu tanque pela manhã”, declarou o estudante de Direito, Maycon Renier Messias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários