Maranhão

Comissão de Direitos Humanos da Assembleia visita CDP de Pedrinhas

eliziane
A Comissão de Direitos Humanos e da Minoria da Assembleia Legislativa realizou mais uma visita ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas. Essa foi a primeira visita da comissão neste ano, depois de mais uma rebelião com detentos decapitados e dos ataques na capital ordenados pelos lideres de uma facção criminosa. A ordem para os ataques partiu de dentro da cadeia e resultaram na morte da menina Ana Clara.

A presidente da Comissão, deputada Eliziane Gama (PPS), chegou acompanhada do deputado e ex-secretário de Segurança Pública, Raimundo Cutrim (PC do B) e do presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, Antônio Pedrosa. A imprensa não teve permissão para acompanhar a visita nas celas.

Depois de visitar algumas celas e conversar com os presos, a deputada Eliziane Gama falou sobre a preocupação dos parlamentares com a situação do sistema carcerário maranhense.

“Estivemos aqui outras vezes e vimos a fragilidade do sistema. Informamos a situação ao governo e infelizmente nenhuma ação importante foi tomada. A superlotação continua sendo um dos principais problemas. Visitamos o setor da triagem e observamos celas com 22 internos e outras no mesmo pavilhão vazias. O que mostra uma falha na organização do sistema”, declarou.

Nos próximos dias, a Comissão vai encaminhar um novo relatório ao governo do estado, mais uma vez, com sugestões de melhorias para o setor prisional, que, na visão da deputada, encontra-se falido.

Sobre as medidas anunciadas pelo governo para tentar resolver a crise na segurança pública, a deputada disse que são válidas, mas não são suficientes. Segundo ela, “é preciso reestruturar o sistema penitenciário do estado com mais concursos públicos, abrindo vagas que atendam a demanda, construção de novas cadeias e principalmente melhorar o sistema do ponto de vista humano. Caso contrário, haverá novas rebeliões e uma onda de violência ainda maior”.

O deputado Raimundo Cutrim, membro da comissão, também avaliou a situação do Complexo. Para ele, a situação é muito grave e o governo precisa avaliar com urgência medidas imediatas para reduzir a quantidade de presos que superlotam as cadeias. Já que a construção de novos presídios, é uma medida de médio e longo prazo.

Amanhã, está prevista uma audiência pública na sede da OAB, que deve contar com a participação da senadora Ana Rita, líder da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal. Ela deve se reunir com representantes da Ordem dos Advogado, do Tribunal de Justiça do Estado e da sociedade civil organizada para discutir os problemas no sistema carcerário do estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Comissão de Direitos Humanos da Assembleia visita CDP de Pedrinhas”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rachel

    Eliziane e seus companheiros de comissão, aproveitem e comprem um bode pro povo maranhense.
    Cade a visita as famílias das vitimas do ataque ao ônibus que vitimou Ana Clara?

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários