Maranhão

UFMA cede prédio para residência estudantil e protestos são encerrados

g1
Após cinco horas de reunião, realizada nesta quinta-feira (5), representantes dos universitários, reitoria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Defensoria Pública do Maranhão (DPE), Comissão de Direitos Humanos da OAB e Ministério Público Federal (MPF), ficou decidido que a universidade  atenderá às reivindicações dos estudantes e  implantar a residência universitária no prédio já construído dentro do campus para esta finalidade, caso haja manifestações favoráveis do Ministério da Educação (MEC) e da AGU e viabilidade financeira. Após o acordo ser firmado, os estudantes concordaram em encerrar os protestos.
O Ministério da Educação (MEC) e a Procuradoria da UFMA deverão se manifestar sobre a viabilidade da ocupação do prédio do campus, e realizar uma vistoria com a participação dos estudantes interessados e de engenheiro civil, a fim de apresentar os custos necessários à adaptação do imóvel para moradia.
Para o procurador da República Alexandre Soares “foi possível atender aos interesses dos estudantes e da universidade e o principal protagonista dessa conciliação foram os estudantes”, afirmou. (G1)

Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários