Maranhão

Deputados defendem autonomia financeira da Uema

uemaNa sessão desta quinta-feira (3), o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) fez novo alerta sobre a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e pregou a autonomia financeira da instituição. O assunto foi tratado também pelo deputado Bira do Pindaré (PSB).

Rubens Jr. disse que a Uema possui “um problema estrutural e não apenas de má vontade e de má gestão”. O parlamentar afirmou que uma ação que rapidamente ajudaria a aperfeiçoar a situação da universidade estadual, seria respeito à autonomia financeira, prevista na Constituição do Estado.

“Se não há autonomia financeira, não há planejamento efetivo, não há priorização orçamentária e sempre que o Governo do Estado precisa de algum recurso tira o da Uema, e ela fica em segundo plano, sendo quase impossível se cobrar melhorias nela enquanto não há autonomia financeira”, pregou.

O outro problema, segundo o comunista, é a forma de escolha do reitor, através de uma lista tríplice ou lista sêxtupla, sendo a nomeação de livre escolha da governadora, e pregou a posse do primeiro colocado na eleição de reitor, democratizando o processo.

Disse ainda que o orçamento para o Ensino Superior, de acordo com a Constituição do Estado, é de 5%, mas a Univima fica com 2,6% e a Uema com 2,4%, com “mais recurso para virtual do que para real”. O parlamentar alertou dizendo que não está pregando “que tem que acabar a Univima, estou dizendo que tem que valorizar a Uema”.

O deputado Bira do Pindaré endossou as palavras e cobrou também que sejam concluídas as obras do campus de Bacabal. Em sessões anteriores, o parlamentar já havia defendido também eleição direta para reitor e autonomia financeira.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários