Maranhão

São Luis poderá ter novo presídio de segurança máxima

20130910225729214129eGestores da Secretaria de Estado de Justiça e de Administração Penitenciária (Sejap) estiveram reunidos, na tarde de segunda-feira (9), com representantes do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado (Sindspem-MA) para discutir a situação do sistema penitenciário do estado.

O secretário da Sejap, Sebastião Uchoa, falou da reestruturação nas unidades prisionais, dos bloqueadores de celulares que estão sendo instalados e, ainda, sobre o presídio de segurança máxima que será construído em São Luís. “Todas as medidas que visam a melhoria na qualidade da segurança nos presídios estão sendo adotadas. Além disso, os detentos serão separados por regime, o que contribuirá para organização das unidades e, também, no quesito segurança “, explicou.

Voltado ao servidor penitenciário, dentre as novidades está a Escola de Formação Penitenciária que, de acordo com cada categoria, disponibilizará cursos contínuos de capacitação. Outra novidade será o atendimento odontológico e médico para o servidor. “O Núcleo de Atenção Biopsicossocial (NASB), criado para atender o servidor, também tem realizado ações rotineiras”, frisou Uchôa.

Para o presidente do Sindspem-MA, Antônio Benigno Portela, é fundamental esse diálogo entre os gestores e o sindicato “Estamos em nome da categoria. O que queremos é contribuir, participar e ajudar nas ações que priorizem a qualidade tanto do sistema, quanto do trabalho do servidor e para isso é importante estar ciente das ações que estão sendo realizadas.”, explicou.

Presentes na reunião o subsecretário da Sejap, Mario Leonardo; os secretários-adjuntos de Estabelecimentos Penais e de Justiça, Hamilton Louzeiro e Kécio Rabelo; o superintendente de Controle e Execução Penal, Ronald da Silva Dias e o de Justiça Marcos Serejo e demais representantes do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado (Sindispem-MA). Com informações do Imparcial.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários