Maranhão

Juiz maranhense é indicado para comenda

juizO juiz Márlon Reis, um dos criadores do Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE), atualmente titular da 2ª Vara da Comarca de João Lisboa (MA), foi indicado para receber a Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara, concedido pelo Senado Federal.

A honraria é destinada a personalidades que tenham oferecido contribuições relevantes à defesa dos direitos humanos no Brasil.

A indicação partiu do senador e Presidente do Conselho da referida Comenda, Pedro Simon que viu no trabalho do magistrado uma importante contribuição aos direitos humanos e a todo cidadão. As ações de Marlon Reis, segundo o autor da proposta, foram fundamentadas na ética, na honestidade e no sentido do bem comum.

Desde a instituição da Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara, em maio de 2010, já foram agraciados com a honraria nomes como Dom Pedro Casaldáliga, Ministro Carlos Ayres Britto, Manoel da Conceição e Dom Paulo Evaristo Arns.

A premiação acontece anualmente e é conferida a cinco personalidades durante sessão do Senado Federal, especialmente convocada para esse fim, no mês de dezembro.

Márlon Reis foi um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa, histórica conquista popular que visa melhorar o perfil dos candidatos e candidatas a cargos eletivos do Brasil. No primeiro ano em vigor, a lei barrou mais de 900 candidaturas em todo o país.

Reis foi o primeiro juiz brasileiro a exigir divulgação antecipada dos nomes de doadores de campanha, através do Provimento 1/2012, que mais tarde veio a se tornar determinação nacional, promulgada pela então ministra e presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia. Com informações da assessoria de Marlon reis.

Idifusora.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários