Maranhão

Bebê nasce em calçada de maternidade em São Luis

Uma adolescente de 16 anos pariu na calçada depois de ter o atendimento negado na Maternidade Marly Sarney. O caso aconteceu no mês de junho, mas só foi denunciado pela família dois meses depois. A saída da ambulância e o parto foram filmados por um parente da mãe e mostrados no JM TV 2ª edição desse sábado (10).

O momento que deveria ser de maior felicidade na vida de uma adolescente, por muito pouco, não se tornou uma tragédia. Grávida e entrando em trabalho de parto, a jovem não pôde ser atendida na Maternidade Marly Sarney e, quando estava a caminho da Maternidade Maria do Amparo, no Anil, pariu ainda na calçada. Com os portões fechados, o vigia teria ido em busca de enfermeiros, mas, no momento em que os profissionais chegaram, a criança já havia nascido e estava sendo segurada por outra enfermeira, que foi ao encontro da ambulância que trazia a mãe.

O pai da criança, William Barbosa, criticou o tratamento e comparou o atendimento médico ao dispensado a um animal. “Nem com meus cachorros eu fazia isso”, reclamou.

O diretor da Maternidade Marly Sarney, Frederico Barroso, informou à equipe de reportagem que a jovem não pôde ser atendida naquela unidade por causa da superlotação. O médico considerou o fato normal, tendo em vista o grande número de casos semelhantes que ocorrem constantemente. Já o diretor-clínico da maternidade Luís Eduardo Ribeiro, disse que a técnica em enfermagem foi buscar a jovem na ambulância e quando chegou à porta da maternidade, o vigia havia ido chamar outro funcionários. (Imirante).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Bebê nasce em calçada de maternidade em São Luis”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. dinho

    viva ricardo murad

  2. Pablo Lima

    Rosengana e o melhor governo de sua vida..

  3. José João Macedo

    E o Ministro da Saúde liberou QUINZE MILHÕES em caráter de emergência da o “Programa ViVa Saúde”…(Viva Saúde financeira dos gestores).Isso é anadmissível e revoltante!!!!!!!!!!

  4. fran

    Sei que nada vai apagar o constrangimento e o perigo que você e seu bebê passou ,Mas você pode entrar com um processo contra o Estado, só pra ver se eles criam vergonha na cara, não perde tempo e vai em busca dos teu direitos como cidadã.um abraço.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários