Maranhão

Hospital em Timon não tem água e pacientes correm risco de vida

Denúncia está sendo feita pelo presidente da Associação de Moradores da Vila do BEC

No Hospital do Parque Alvorada a falta dágua é constante e pacientes tem que beber água de casa

No Hospital do Parque Alvorada a falta dágua é constante e pacientes tem que beber água de casa

Os pacientes internados no Hospital Municipal do Parque Alvorada estão correndo sério risco de serem contaminados por bactérias e, em consequência disso contraírem doenças que poderão inclusive motivar óbitos no hospital.

A água que é servida aos pacientes está sendo levada de casa pelos acompanhantes, pois o hospital não dispõe de água para os pacientes beber.

A denúncia está sendo feita pelo presidente da Associação de Moradores da Vila do BEC, Francisco Borges, que acompanhou uma parente internada no hospital durante o final de semana passado e constatou a irregularidade.

De acordo com Borges, além da falta de água para os pacientes beberam, no hospital falta água constantemente.

Ninguém sabe como os médicos e enfermeiros estão fazendo para lavarem suas mãos. Ele também reclama da falta de médicos, pois devido a ausência dos profissionais, tanto internos como os casos de emergência estão com o atendimento negligenciado, pois segundo alega Borges, os poucos médicos ou atendem a emergência ou os internos. Ele disse que durante a permanência de seu parente no hospital, praticamente não houve visita dos médicos.

Borges informou que procurou, no domingo passado, a direção do hospital para fazer a reclamação, mas infelizmente não encontrou ninguém para apresentar uma solução para os problemas. “No hospital ainda falta tudo. Não tem água nos banheiros, médico e até pó de café não existe. A situação é drástica”, disse Borges.

Buscamos informações junto a Secretaria Municipal de Saúde para ouvir a versão sobre as denúncias apontadas pelo líder comunitário, mas segundo um funcionário do gabinete do secretário Antonio Lisboa, ele não poderia falar sobre o assunto.

Segundo informações postadas nas redes sociais, o secretário está demissionário, ou seja, a qualquer hora pode deixar o cargo. Se essa informação configurar-se, Antonio Lisboa será o segundo secretário em menos de três meses a deixar o cargo, o primeiro foi o vice-prefeito Danízio Marabuco.

As informações são do Portal Timon FM


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários