Maranhão

Maranhense portador de vírus é escorraçado do Paraná

Homem de 32 anos, do Maranhão, foi destratado em Foz do Iguaçu

Um verdadeiro ato de preconceito sofrido por um maranhense aconteceu no estado do Paraná.

Durante uma viagem de trabalho para cidade de Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, o maranhense de 32 anos que reside em Imperatriz, sem ter conhecimento comportava um vírus da dengue tipo (4).

Ao chegar na cidade, o homem passou mal e buscou atendimento em um posto de saúde, após ser diagnosticado foi constatado na terça-feira,30, do mês passado, que se tratava de um vírus de grande proporção.

Por ser o primeiro caso no Paraná, as autoridades do estado destrataram o maranhense portador de vírus de forma preconceituosa e por receio de outras pessoas serem infectadas. Contudo, se for infectado um outra vez, corre risco de lesões nos vasos sanguíneos, hemorragia e até a morte.

O maranhense foi tratado e curado, porém, as queixas são grandes contra a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (SESA) que humilhou e escorraçou o trabalhador.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários