Judiciário

TJ-PI deve mais de R$ 1 milhão a empresa de Fortaleza

Eduardo Terra tenta resolver esse impasse com o presidente do Tribunal, porém sem sucesso. Até a presente data nada foi resolvido e a dívida continua acumulada.

O  presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, o desembargador Raimundo Eufrásio, ainda não honrou com o compromisso firmado entre o TJ-PI e a empresa Auriga Informática e Serviços Ltda., de propriedade de Eduardo Terra.

A Auriga ganhou um processo licitatório em outubro de 2013 de Nº105/2013 e assinou o contrato em fevereiro de 2014 no valor de R$ 1.386.016,00, para que fossem feitas instalações de equipamentos de segurança e de informática nas áreas internas e externas do Tribunal, daquele estado, quando a presidente ainda era a desembargadora Eulália Maria Gonçalves Pinheiro.

A partir da assinatura do contrato, a empresa deu inícios aos trabalhos, que inicialmente iria terminar em 60 dias, mas foi concluído somente em agosto de 2014.  A Auriga pagou cerca de R$ R$ 268 mil em impostos, pois emitia notas fiscais e comprou equipamentos no exterior, mas precisamente na Alemanha, para serem colocados no TJ-PI, no entanto nenhuma parcela do valor do contrato foi recebida.

Eduardo Terra tenta resolver esse impasse com o presidente do Tribunal, porém sem sucesso. Até a presente data nada foi resolvido e a dívida continua acumulada.

tj pi 1

tj pi 2

tj pi


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários