Judiciário

155 ações de improbidade e crimes de corrupção foram ajuizadas no MA

O projeto se concentra na clareza das contas públicas como instrumento para fortalecer a participação social no controle das receitas e despesas e está em 100% dos 5.568 municípios brasileiros.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF-MA) apresentou o número de ações de improbidade administrativa propostas e a quantidade de denúncias de crimes envolvendo corrupção. O MPF propôs 155 ações e obteve 25 sentenças favoráveis ou parcialmente favoráveis em 2015.

Três casos de combate à corrupção em que o MPF-MA atuou receberam destaque durante a apresentação do balanço. Um contra a prefeita do município de Brejo de Areia, outro contra o ex-prefeito de Joselândia e o caso da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que ganhou repercussão nacional.

O procurador-chefe, Juraci Guimarães Júnior, falou, ainda, sobre a campanha nacional 10 Medidas contra a Corrupção, projeto de lei de iniciativa popular apresentado pelo Ministério Público Federal que busca o apoio dos cidadãos brasileiros para combater a corrupção e a impunidade. A campanha visa alcançar um milhão e meio de assinaturas, até o momento já foram contabilizadas 7.617 em todo o Maranhão. No país, mais de 900 mil.

Durante a apresentação das ações, também foi a mostrado ao público presente o projeto Ranking Nacional dos Portais da Transparência, coordenado pela 5ª Câmara de Coordenação e Revisão (CCR) do MPF. O projeto se concentra na clareza das contas públicas como instrumento para fortalecer a participação social no controle das receitas e despesas e está em 100% dos 5.568 municípios brasileiros.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários