Judiciário

Procuradora da República denuncia desembargador ao CNJ

Desembargador Jamil Gedeon tomou decisão atropelando competência do STJ.

Desembargador Jamil Gedeon do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Desembargador Jamil Gedeon do Tribunal de Justiça do Maranhão.

A Procuradoria da República do Maranhão denunciou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apontando atividade irregular na magistratura que teria sido praticada pelo desembargador Jamil Gedeon do Tribunal de Justiça.

De acordo com a procuradora da República Raquel Branquinho, o desembargador concedeu transferência do prefeito Hélder Aragão – preso pela Polícia Federal por corrupção – do pavilhão especial do Presídio São Luís I para o Quartel do Corpo de Bombeiros, caracterizando ilicitude administrativa.

“A autoridade prolatadora da decisão, além de incompetente, posto que se trata de investigação que tramita perante o Tribunal Regional Federal, desconsiderou, por completo, a competência do próprio TRF para decidir sobre o tema, já que é o prolator da ordem de prisão e ainda usurpou”, explicou a procuradora Raquel Branquinho.

A decisão de Jamil Gedeon atropelou a competência do Superior Tribunal de Justiça, que é o responsável pela apreciação do habeas corpus do prefeito de Anajatuba. Gedeon alegou que o local onde Hélder Aragão estava preso, em Pedrinhas, é incompatível com a prerrogativa que lhe é atribuída. “É direito do advogado não ser recolhido preso, antes de sentença transitada em julgado, senão em sala de Estado Maior, com instalações e comodidades condignas”.

A crise entre o judiciário maranhense e os procuradores da República se instalou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Procuradora da República denuncia desembargador ao CNJ”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Eduarlisson

    SE O ADVOGADO TEM PRERROGATIVAS, ENTÃO CADÊ ESSA OAB DO CAPETA QUE NAO DEFENDE SEUS BANDIDOS. JAMIL FEZ O LÓGICO! ESSA PROCURADORIA VEDETONA TEM QUE INVESTIGAR SÃO AS DIABRURAS QUE JAMILZETE FEZ QUANDO ACABOU COM O TJ. EU QUERIA VER ELE SER INVESTIGADO ERA POR ISSO,VISTO QUE MAIS CEDO OU MAIS TARDE ESSE LADRAO HELDER ARAGAO VAI PUXAR UMA CANA BRABA.

  2. Maria Bernadete

    Jamil Gedeon tem muitos pecados e muitas contas a pagar. Construção do espeto de pau do MP. Diárias e passagens roubadas do TJ. Grilagem de terras em Panaquatira. Perseguição a colegas de toga. Etc.

  3. Gleydson Mendes

    Jamil é useiro e veseiro na prática de decisões de conveniência. Que o digam os servidores do Tribunal de Justiça di Maranhão que a trinta dias estão de greve.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários