Judiciário

Acusados da morte do advogado Bruno Matos serão levados a júri popular

Carlos Humberto Marão Filho, João José Nascimento Gomes e o Diego Henrique Marão Polary são os envolvidos

Bruno foi morto em outubro de 2014

Bruno foi morto em outubro de 2014

Saiu ontem (17), a decisão da juíza auxiliar Samira Barros Heluy, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, que os acusados pela morte do advogado Brunno Eduardo Matos Soares serão submetidos a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular, conforme determina o Art. 413 do Código de Processo Penal.

Carlos Humberto Marão Filho, o vigilante João José Nascimento Gomes e o estudante Diego Henrique Marão Polary ainda não tem a data do julgamento previsto, mas de acordo com a juíza, houve prova da existência de crimes dolosos’.

A juíza não determinou a prisão dos réus.

Bruno Eduardo Soares Matos foi morto em outubro de 2014, após sair da comemoração da festa do senador eleito Roberto Rocha (PSB). Bruno foi atingido com golpes de faca e não resistiu aos ferimentos. Ele partiu de briga que também deixou seu irmão ferido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Acusados da morte do advogado Bruno Matos serão levados a júri popular”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Zé de Badica

    Espero que eles apodreçam na cadeia e que o DJ devoto de Deus (usa o nome dele sempre como escudo, igual todos, reparem) pague seus pecados

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários