Judiciário

“A passos de tartaruga” juiz analisa se afasta prefeito de Alcântara

 juiz da comarca de Alcântara, Márcio Aurélio Cutrim Campos.

juiz da comarca de Alcântara, Márcio Aurélio Cutrim Campos.

O juiz da comarca de Alcântara, Márcio Aurélio Cutrim Campos, vem julgando processos a passos de tartaruga. Ocorre que a população aguarda há tempos uma decisão sobre o pedido do Ministério Público de afastar o prefeito Domingos de Santana da Cunha Júnior (PT).

A Promotoria de Justiça requereu a perda da função pública do prefeito, conhecido como Araken. A Ação Civil Pública foi movida diante ilegalidades em processos licitatórios para aquisição de merenda escolar pela Prefeitura em 2013.

O magistrado tem em mãos provas fundamentais das ilegalidades cometidas por meio do gestor que culminam numa série de violações às regras que dispõe sobre o processo licitatório. As irregularidades foram identificadas no pregão 037/2013 e na dispensa de licitação 06/2013.

Está tudo no papel, porém, a grande decisão está à mercê do juiz, que não se sabe por que ainda não deu nenhum parecer sobre este processo gravíssimo que penaliza Domingos Araken com a suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos e pagamento de multa civil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários