Judiciário

Prefeito de Tutóia, vice e vereador são cassados

O prefeito Raimundo Nonato Baquil, o Diringa, o vice João Batista Araújo e o vereador Gean Lima, tiveram seus mandatos cassados nesta quinta-feira (17) pelo juiz da comarca de Tutóia, Rodrigo Otávio Terças.

De acordo com a decisão, o prefeito e o vice ficarão inelegíveis por oito anos. Eles são acusados de captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico.

O presidente da Câmara de Vereadores, Antônio Chico, que fazia oposição a Diringa, deve assumir o cargo de prefeito nos próximos dias. A data da posse do novo gestor ainda não foi informada.

O Tribunal Regional Eleitoral informou que ainda não foram comunicados da decisão. Os três ainda podem recorrer.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários