Judiciário

Membros do TRE manifestam repúdio contra acusação do deputado Hildo Rocha

Membros da Corte Eleitoral manifestaram repúdio durante sessão de ontem (5) contra acusação do deputado Federal Hildo Rocha de que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA) estaria negociando decisões e cobrando propina.

O presidente do TRE, Guerreiro Júnior, colocou o órgão à disposição para que a Polícia Federal trabalhe na investigação do caso de forma clara e dentro da lei. “Doa a quem doer à repercussão está sendo essa, nós iremos tomar punição de forma segura, tranquila, firme e sóbria, os processos serão julgados, os resultados serão feitos, se a corte superior modificar decisões, será também cumprida como sempre se fez, pois fazemos parte de uma corte democrática”, disse o presidente.

Já o desembargador Clodomir Reis sugeriu que o deputado autor da denúncia se direcionasse a própria Polícia Federal com o intuito de revelar as pessoas envolvidas no esquema e que estariam sendo beneficiadas. Em sua fala, o também desembargador Lourival Serejo afirma se sentir incluso nas acusações feitas pelo parlamentar, “Eu me considero incluído nesse rol, pois ele falou de uma forma genérica e imprudente, cheguei agora, estou sem conhecimento do ocorrido e já me considero incluído nessa acusação”, afirmou.

“A atitude do nobre parlamentar não foi prudente, ele generalizou, inclusive, creio que o que foi dito não foi dirigido somente aos magistrados da corte, como também ao Ministério Público”, acredita o desembargador Eulalio Figueiredo. Ele ainda se colocou a disposição das investigações. “Eu não me sinto incluído dentre essas pessoas que esse deputado falou na Câmara Federal. Portanto, meus números de telefones, whatsapp, emails, estão à disposição da PF, de qualquer outra autoridade, inclusive, do próprio deputado”, finalizou.

Entenda – O deputado Federal, Hildo Rocha, usou a tribuna da Câmara Federal na última terça-feira (3) para fazer sérias acusações contra o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. Segundo o parlamentar, o prefeito Edilomar Nery de Miranda só teve seu diploma de prefeito de Ribamar Fiquene cassado porque não aceitou pagar propina a emissários de membros da Justiça Eleitoral maranhense. O presidente do TRE/MA, Guerreiro Junior, afirmou que a denúncia merece apuração da Polícia Federal. “Tal fato denigre a imagem da Instituição responsável pelo exercício da cidadania”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Membros do TRE manifestam repúdio contra acusação do deputado Hildo Rocha”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. João José Macedo

    Tá bom!!! porque o MP não propõe ‘delação premiada” à vários prefeitos que foram cassados em 1ª instancia e retornaram ao posto depois do julgamento no TRE-Ma.???

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários