Educação

Instituto Acqua prorroga inscrições para preparatório gratuito ao Enem

As inscrições serão realizadas até hoje (15).

Enem-1

O Instituto Acqua, em parceria com a Noctuam Ensino e a Secretaria de Estado da Saúde do Governo do Maranhão, lança no próximo dia 22 de agosto, o projeto Universidade Cidadã, curso preparatório gratuito para o Enem.

A iniciativa, que já é realizada em comunidade de Santo André (SP) desde maio deste ano, está com inscrições abertas até as 23h59 da próxima segunda-feira (15/8) e vai oferecer 40 vagas para moradores de São Luís e outras 40 para profissionais de unidades de saúde sob gerenciamento do Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

As aulas serão ministradas três vezes por semana em dois horários: das 14h às 18h e das 18h15 às 22h15. A capacitação para o público em geral será feita na Maternidade Nossa Senhora da Penha, que fica na Rua Dinamarca, Quadra 39A, s/n, no bairro Anjo da Guarda, enquanto as aulas para os profissionais das unidades de saúde acontecerão no auditório da Maternidade Marly Sarney, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n, bairro Cohab Anil I.

A iniciativa possibilita que pessoas de todas as idades participem de aulas preparatórias para o Enem que irão capacitá-las para o exame. Além disso, o Universidade Cidadã tem como proposta principal oferecer acesso a uma capacitação de qualidade para uma parcela da população maranhense que não teria como investir em um curso particular desse tipo.

O programa prioriza vagas para pessoas de baixa renda e mulheres chefes de família sem trabalho, além de considerar critérios de raça e gênero na seleção dos alunos. Ao abrir espaço para que as pessoas tenham condições de se preparar para o Enem, o Instituto Acqua e a Noctuam Ensino aumentam a autoestima dos alunos e o interesse pela escola, orientam sobre a importância dos estudos para ampliar a condição socioeconômica da família e entregam para a sociedade, ao final do curso, agentes de mudança social.

Enem-2

Benefícios do curso – Entre outras vantagens do projeto, destacam-se os recursos oferecidos para o ensino durante as aulas: todos os participantes receberão apostilas exclusivas, com as questões das últimas cinco provas do Enem comentadas por professores, e terão acesso à plataforma digital Geekie, que contém vídeos, simulados, exercícios e aulas curtas e expositivas das matérias do Ensino Médio cobradas no exame.

O sistema também gera relatórios de desempenho e pode ser acessado por meio de um aplicativo para celular. “Com essa proposta de projeto pedagógico híbrido nós aprovamos em vestibulares seis entre 10 alunos de escolas públicas por meio do Enem e do Prouni, com apenas dois meses de curso em 2015”, contou Diego Zuculin, um dos fundadores da Noctuam Ensino, ao destacar a possibilidade de os alunos obterem descontos em cursos do Ensino Superior por meio de programas de incentivo do governo federal que exigem bons resultados na edição deste ano do Enem.

Os professores do Universidade Cidadã também ministrarão palestras mensalmente sobre temas que incluem apresentação de casos de ex-alunos já atuantes no mercado de trabalho e que tiveram história de vida semelhante à dos participantes do curso. Outro ponto forte do projeto serão as visitas a universidades em São Luís, para possibilitar aos alunos conhecer o ambiente acadêmico que os espera, e os simulados abertos, que proporcionam a todos os interessados em participar do Enem a chance de testar seus conhecimentos nas disciplinas exigidas pela prova.
Inscrições – Para se candidatar a uma das vagas oferecidas pelo Universidade Cidadã é necessário preencher um questionário socioeconômico pela internet. Por meio do link goo.gl/FJ8Dt9, qualquer pessoa responde às perguntas e envia seus dados pessoais para análise. Uma comissão formada por profissionais do Instituto Acqua receberá as informações de todos os inscritos e formará as quatro turmas do curso.

“Queremos proporcionar uma oportunidade para aqueles que sempre sonharam em ingressar em uma faculdade, como por exemplo, mulheres que deixaram o estudo pelo trabalho e educação dos filhos, jovens que trocaram a escola para ajudar a família ou ainda tantas outras pessoas que gostariam de estudar, mas foram impedidas, seja por algum preconceito ou por uma questão socioeconômica”, explicou o diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia.

Entre 22 de agosto e 4 de novembro serão ministradas 150 horas presenciais de curso, além de palestras motivacionais, visitas a universidades, simulados e 300 horas de conteúdo online. “A projeção é que já em 2016 consigamos entre 20 e 30% de aprovação em universidades públicas e até 40% considerando as vagas do ProUni, Fies, universidades federais, estaduais e diplomas de conclusão do Ensino Médio”, avaliou Zuculin.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas com o Instituto Acqua, pelo telefone (98) 3190-5188.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários