Crime

Dois homens são presos acusados de tentar fraudar concurso da PMMA em Caxias

Dois homens suspeitos de tentar fraudar a prova do concurso da Polícia Militar foram presos em Caxias, neste domingo (17).

Segundo o coronel Rui do Comando de Policiamento de área 4, os dois suspeitos são de Pernambuco, e estavam recebendo o gabarito com as respostas por mensagem.

Os fiscais perceberam a movimentação e acionaram os policiais para efetuar a prisão, no campus da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

Durante a semana que antecedeu a realização da prova, supostas provas circulavam em grupos de mensagem eletrônica, mas foram descartadas como fraude pela organizadora do certame, sendo consideradas tentativas de tumulto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime / Judiciário

Judiciário solta os principais acusados da morte de Décio Sá

Da esquerda para direita: Gláucio Alencar, Fábio Capita, José Alencar Miranda e Júnior Bolinha.

Após 5 anos do assassinato do jornalista Décio Sá, o Judiciário do Maranhão já determinou a soltura dos principais acusados de serem mandantes do crime.

O último a receber o benefício foi José Raimundo Sales Chaves Júnior, o “Júnior Bolinha”. Ele foi solto nesta quinta-feira (14), durante o julgamento da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. A decisão teve três votos a favor, sendo dos desembargadores José Luís Maciel, o relator do caso, e de José Bernardo e Guerreiro Júnior.

No dia 4 desse mês, por decisão do mesmo desembargador relator, José Luiz Maciel, o agiota Gláucio Alencar – foi defendido pelo advogado Ricardo Belo – foi solto alegando que a mãe sofria de uma doença grave e precisava cuidar dela.

Também já foi beneficiado pela Justiça do Maranhão, José Alencar Miranda de Carvalho e o capitão da Polícia Militar, Fábio Aurélio Silva Saraiva, o Fábio Capita.

O único que continua preso é Johnatan de Sousa Silva, acusado de ser o executor de Décio Sá. Ele foi condenado a 27 anos e 5 meses de prisão.

Abaixo a decisão que soltou Gláucio Alencar:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso suspeito de estuprar a filha de dois anos em Senador La Rocque

Foi preso na madrugada desta sexta-feira (14), um homem, identificado como João da Silva Lima, acusado de abusar sexualmente da própria filha, de apenas dois anos.

A prisão foi efetivada pela Polícia Civil, por meio do Plantão Central da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz.

O homem foi preso em sua residência, em Senador La Roque. No momento da prisão, João da Silva encontrava-se com uma arma de fogo, dentro do bolso da bermuda em que estava vestido.

Diante disso, ele foi trazido para o Plantão Central de Imperatriz e autuado pelos de crimes de estupro de vulnerável, previsto no Artigo 217-A do Código Penal, e, também, por porte ilegal de arma de fogo.

A polícia chegou até o suspeito, após uma denúncia anônima. A criança foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), e após exames foi constatado que o homem manteve relações com a menina. O suspeito encontra-se à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem estaria aplicando golpe de financiamento de carro em São Luís

Um homem identificado como Marcelo estaria aplicando golpes de financiamento de veículos em São Luís, segundo denunciantes.

De acordo o Boletim de Ocorrência, na terça-feira (5), Marcelo alugou uma sala mobiliada, localizada na Rua do Alecrim, no Centro de São Luís, afirmando que estava implantando uma empresa financeira na cidade. Desse modo, contratou Gladis Vieira Amorim e Laiane Silva Penha como secretárias. A partir disso, Marcelo começou a vender financiamento de carro.

O golpe funcionava assim: ele usava carros anunciados no OLX, aprovava o cadastro de financiamento rapidamente e cobrava um valor que seria a primeira parcela do financiamento. Os valores cobrados como entrada eram de 2 a 3 mil reais. Ele chegou a levar algumas pessoas para ver o carro que seria comprado.

Marcelo já se evadiu do local e lesou várias pessoas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é morto a tiros em São Luís

Na tarde desta terça-feira (12), foi registrado um homicídio, no bairro Novo Angelim, em São Luís, que teve como vítima foi identificada como Lawandiu Matos Silva, de 30 anos.

Segundo informações, o homem estava voltando do bairro Cohab/Anil para a casa da mãe, que fica no Novo Angelim, rua Goiás, quando foi atingido por tiros de pistola e morreu no local.

Lawandiu Silva, que já foi preso por roubo, morava em Alto Alegre, Maranhão, trabalhava como mecânico e a cada 15 dias vinha para São Luís visitar a mãe.

A Polícia Civil investiga o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso com 5kg de maconha no Barreto, em São Luís

Dando continuidade às ações de combate ao tráfico de drogas na capital maranhense, a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, prendeu, na manhã de hoje (12), José Urubatan Castro Salazar, vulgo Batan, 48 anos.

Com ele foram apreendidos cerca de 05 kg de maconha, balança de precisão, apetrechos utilizados para o tráfico e a quantia de R$ 1.206,00 (hum mil, duzentos e seis reais), em cédulas trocadas.

A operação deflagrada foi decorrente de denúncia, via aplicativo whatsapp, dando conta que o conduzido estava distribuindo drogas nos bairros Barreto, Jordoa e Ivar Saldanha.

Após o recebimento das denúncias, representou-se por um mandado de busca domiciliar na residência e no bar do suspeito, local em que foi encontrado todo o material entorpecente.

É importante ressaltar que essa é a quarta vez que o suspeito é preso por tráfico de drogas.

Diante dos fatos descritos acima, o conduzido foi encaminhado à sede da Senarc, onde foi autuado pela prática de crime de tráfico ilícito de drogas. Após adoção dos procedimentos legais e de praxe, o mesmo foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Abatedouros clandestinos são fechados em São Luís

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), deflagrou, na noite da última sexta-feira (9), mais uma ação de fiscalização da operação “Carne Legal”, em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE), Governo do Estado, via Agência de Defesa Agropecuária (Aged) e Polícia Militar. Nessa etapa da operação foram apreendidos 46 animais em dois abatedouros clandestinos localizados no bairro João Paulo, em São Luís. Os locais foram interditados.

Nos abatedouros foi possível constatar uma série de irregularidades e a falta de qualquer condição sanitária, tanto na criação, quanto no abate de animais, suínos e caprinos. Em razão das irregularidades, todos os locais fiscalizados foram interditados e lacrados pela Polícia Militar, tendo ainda sua estrutura demolida pela Blitz Urbana de São Luís, que apoiou a ação.

Com a ação, a Prefeitura e os órgãos parceiros visam à prevenção, controle e erradicação das doenças por intermédio da intensificação do cadastramento e fiscalização do trânsito de animais, de estabelecimentos de abate, criatório e venda, consolidando a ação de Defesa Sanitária no município de São Luís.

Para a promotora de Justiça e Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, a realização dessa operação, está visando em primeiro lugar a saúde pública. “É necessário cumprir a legislação, implementar ações preventivas e de fiscalização nas esferas federais, estaduais e municipais. O abate clandestino é crime e deve ser tratado como tal, portanto continuaremos reprimindo esse tipo de trabalho ilegal. A ação leva o consumidor a querer conhecer o procedimento do alimento que leva pra sua mesa e da garantia da origem legal desse produto”, disse a promotora.

Abate clandestino

O abate clandestino de animais representa riscos ao consumidor, pela ingestão de alimentos de qualidade sanitária suspeita, além de gerar a contaminação do meio ambiente. A carne pode ser considerada clandestina quando não é realizada a fiscalização pelo serviço de inspeção sanitária e quando há sonegação fiscal. O fornecimento de carne não inspecionada prejudica o controle de zoonoses e a segurança alimentar, além de causar uma série de doenças como toxoplasmose, teníase, cisticercose, brucelose e tuberculose.

Diariamente, a Prefeitura, por meio da Semapa, fiscaliza os abatedouros legalizados de carne bovina (Frigosouza, JC e DA Vital), com veterinários da instituição em todos os estabelecimentos. Além da operação “Carne Legal”, a campanha de Combate ao Abate Clandestino de Animais também realiza ações educativas como apresentações teatrais em escolas e divulgação de informações pela cidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é preso por crime ambiental e maus tratos a animais em Zé Doca

Um homem, identificado como Maciel da Silva Sampaio, de 41 anos, foi preso na noite dessa quarta-feira (6), por meio da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, no povoado de Quinto Braço.

Segundo informações da Polícia Civil, “Batatinha”, como era conhecido, é suspeito de praticar crime ambiental, maus tratos a animais, ameaça e disparo de arma de fogo. O conduzido também teria realizado queimadas de
pastos,envenenamento de uma égua e ainda cortado os testículos de um cavalo.

Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, Maciel da Silva ameaçou seu próprio irmão e ainda efetuou disparos de arma de fogo.

A Polícia Civil após tomar conhecimento dos fatos deslocou-se até o povoado, onde “Batatinha” foi preso. Com ele foi encontrada uma espingarda, além de mais duas armas brancas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia já tem linha de investigação sobre morte do ex-prefeito Nenzim

A Polícia Civil do Maranhão já tem algumas linhas de investigação que buscam elucidar as causas do assassinato de Manoel Mariano de Sousa, conhecido como ‘Nenzim’, ex-prefeito de Barra do Corda, município localizado a 341 km de São Luís. Ele foi morto na manhã dessa quarta-feira (6), com um tiro no pescoço.

De acordo com a polícia, as investigações seguiram durante toda a madrugada desta quinta-feira (7). O delegado Regional de Barra do Corda, Renilton Ferreira, afirmou que algumas linhas de investigação e hipóteses sobre as causas do crime já estão sendo trabalhadas, mas elas não serão divulgadas para não atrapalhar as investigações sobre o caso.

“A polícia está conseguindo caminhar construtivamente. Estamos traçando linhas de investigações com várias equipes tanto da Policia Civil quanto da Polícia Militar e todo o sistema de segurança da região está voltado e a disposição para a elucidação desse crime. Trabalhamos com algumas hipóteses e acreditamos que em breve, estaremos com a conclusão desse caso para o esclarecimento dos fatos para a população de Barra do Corda e de todo o estado do Maranhão”, afirma o delegado.

Ainda segundo o delegado, uma equipe de médicos legistas e peritos dos municípios de São Luís e de Imperatriz estão em Barra do Corda para ajudar a elucidar o caso. Uma das filhas do ex-prefeito, Sandra Helena, afirmou que a família está desesperadas por respostas sobre o assassinato já que acredita que o pai e o irmão não tinham inimigos na cidade. “Está todo mundo desnorteado. Estamos sem a menor noção do que aconteceu”, afirmou Sandra.

Entenda o caso

Manoel Mariano de Sousa, conhecido como Nenzim, foi assassinado com um tiro no pescoço, na manhã dessa quarta-feira (6), na zona rural de Barra do Corda, a 341 km de São Luís. Ele foi encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barra do Corda e em seguida, transferido para um hospital no município de Presidente Dutra, mas acabou falecendo.

As primeiras informações da Polícia Civil apontam que dois homens em uma motocicleta se aproximaram de Nenzim e do seu filho, o deputado estadual Rigo Teles (PV), que estava junto com ele, e dispararam várias vezes contra o ex-prefeito. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o crime tem características de pistolagem.

O corpo de ex-prefeito foi velado durante toda a madrugada em sua residência, em Barra do Corda e foi acompanhado de uma multidão de amigos e eleitores. O corpo do ex-prefeito deve ser enterrado no fim da tarde desta quinta-feira (7), no cemitério São Francisco, em Barra do Corda. Nenzim foi prefeito do município por três vezes.

Com informações do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Autoria do assassinato do ex-prefeito Nenzim ainda é desconhecida

A polícia ainda não tem pistas sobre os autores do assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nenzim”, o qual foi morto a tiros no início da manhã desta quarta-feira (6), na cidade de Barra do Corda.

Segundo informações do delegado Dicival Gonçalves, superintendente de Polícia Civil do Interior, o crime aconteceu por volta das 6h30, quando o ex-prefeito estava com o seu lho, Mariano Júnior, dentro de um carro, na parte do carona. “Nenzim” foi alvejado com dois tiros na nuca.

Assim como a autoria, as motivações do crime ainda são desconhecidas. Ainda de acordo com o delegado Dicival Gonçalves, após tomar conhecimento do fato, a Superintendência de Polícia Civil do Interior enviou equipes de investigadores para Barra do Corda, para ajudar nas investigações. A Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa também enviou uma equipe, além disso, o secretário de Segurança Pública, o delegado Jefferson Portela,
viajou ao local para dar apoio.

“Todos os esforços estão sendo realizados no intuito de esclarecer esse crime. Estamos investigando a motivação, mas não há, ainda, informações nesse sentindo. Esse foi um crime que abalou a região de Barra do Corda e nós estamos trabalhando para identificar e prender os autores”, declarou o delegado.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.