Crime

Esquema criminoso que envolve Prefeituras desviou R$ 170 milhões

gaeco

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Controladoria Geral da União (CGU) e a Polícia Civil do Maranhão, deflagraram uma operação Cooperare contra 17 prefeituras maranhenses suspeitas de fraudar licitações.

As investigações do Ministério Público apontaram que as prefeituras maranhenses estavam envolvidas em um esquema que desviou cerca de R$ 170 milhões dos cofres públicos. Segundo representação do órgão, houve irregularidades na contratação da Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços – COOPMAR e mais de 10 empresas.

Ainda durante as investigações, foi apurado que a empresa envolvida no esquema, ao longo de três anos, recebeu repasses de prefeituras na ordem de R$ 230 milhões. Dentre as prefeituras citadas nas investigações estão Timon, Caxias, Viana, Grajaú, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, além de outras dez cidades do interior do Maranhão.

Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em residências e empresas nos municípios maranhenses de São José de Ribamar, São Luis e Paço do Lumiar. Foram bloqueadas contas de 15 pessoas físicas e jurídicas, além do sequestro e da indisponibilidade de oito imóveis e 11 veículos dos envolvidos. A operação conta com a participação de 45 policiais civis, 13 auditores da CGU, dois promotores de Justiça e 8 servidores do MPMA.

A investigação também apurou que alguns cooperados dirigentes receberam, diretamente ou por meio de suas empresas, cifras milionárias, enquanto a maioria dos trabalhadores recebia um salário mínimo mensal. Durante as investigações e a partir das solicitações feitas pela CGU, já foi possível recuperar mais de R$ 3 milhões em contribuições previdenciárias que haviam sido retidas dos trabalhadores, mas não eram declaradas nem recolhidas aos cofres da Previdência Social.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Esquema criminoso que envolve Prefeituras desviou R$ 170 milhões”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Prefeitura de Santa Helena contratou a Coopmar por mais de R$ 6 milhões « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Esquema criminoso que envolve Prefeituras desviou R$ 170 milhões […]

  2. João Santana santos

    Esse recolhimento do inss pelo empregador e não pagamento da previdência vem sendo feito por todas as unidades de saúde terceirizadas

  3. Empresa investigada pelo Gaeco já faturou R$ 13,6 milhões em Peritoró « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] Esquema criminoso que envolve Prefeituras desviou R$ 170 milhões […]

  4. Empresa investigada por fraude em licitações já lucrou R$ 11,5 milhões em Grajaú « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] A ação conjunta apura desvios de verbas públicas cometidos por um esquema criminoso, especializado em fraudar licitações, montado pela Cooperativa Maranhense de Trabalho-COOPMAR, mais 10 empresas e Prefeituras maranhenses. Estipula-se que o prejuízo passe dos R$ 250 milhões. Somente a Coopmar recebeu R$ 230 milhões em apenas 3 anos (Saiba mais). […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários