Crime

Prefeito de Mirinzal é preso por crime eleitoral

Prisão do candidato à reeleição foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública

1475412630-118770015-1

O atual prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida (PDT), foi preso pela Polícia Militar do Maranhão (PMMA) na manhã deste domingo (2) por crime eleitoral e tentativa de homicídio. Em pesquisas de intenção de voto, Amaury aparece como líder da preferência dos eleitores do município.

A prisão do candidato à reeleição foi confirmada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP­MA). O candidato é acusado de agredir militantes da oposição.

Uma troca de tiros teria ocorrido, atingindo um homem de nome ainda não revelado. De acordo com delegado do município, o prefeito disse em depoimento que agiu em legítima defesa, mas que não atirou contra o homem. As testemunhas, porém, são categóricas ao afirmar que Amaury atirou contra os militantes.

De O Estado


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários