Crime

Bandidos cometem crimes com fardas de equipes da Cemar

Nessa semana, duas equipes da Cemar foram abordadas por criminosos em São Luís, sendo uma na terça e outra na quarta-feira (01 e 02/12), e tiveram fardas, crachás, veículo e equipamentos roubados. Além disso, os bandidos mantiveram uma das equipes refém por três horas. Na primeira ocorrência, os criminosos portavam um fuzil e assaltaram a equipe na comunidade Pontal da Ilha, na área do conjunto São Raimundo, levando, ainda, todos os pertences dos sete eletricistas do Consórcio Norte, que presta serviços para a Companhia.

Na segunda ocorrência, um dos grupos de criminosos sequestraram dois eletricistas no bairro Altos do Calhau e os levaram no próprio veículo da empresa. Os criminosos cometeram assaltos no Condomínio Rio Claro, no bairro Olho D’água, por volta das 19h desta quarta-feira (02). O veículo foi encontrado abandonado no bairro do Turu na manhã da quinta-feira (03). A equipe já registrou o boletim de ocorrência e está sendo acompanhada pela Cemar e pelo Consórcio Norte (empresa fornecedora de serviços para a Companhia).

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC, por meio do Departamento de Defesa dos Serviços Delegados –DDSD, já iniciou as investigações para tentar identificar e prender os criminosos envolvidos nesses episódios. O Delegado Paulo Roberto, titular do DDSD, informou que a Cemar disponibilizou as informações e imagens para as investigações. “A polícia já iniciou as investigações a partir dos boletins das ocorrências registradas pelas vítimas. Os depoimentos colhidos e as imagens das câmeras de monitoramento irão ajudar na localização e prisão desses elementos. É importante que a população mantenha a tranquilidade e que continue confiando nas prestadoras de serviço público. É necessário apenas que solicite a identificação com foto e nome, que já é obrigatório”, comentou o delegado.

Todos os anos a Cemar realiza mais de 60 milhões de serviços de atendimento aos clientes, possuindo mais de 800 equipes e aproximadamente cinco mil prestadores de serviços trabalhando em todo o Estado. Por conta dessa significativa quantidade, bandidos tem se aproveitado para confundir os clientes e cometer assaltos com fardas parecidas com as da Cemar e também de outras prestadoras de serviço, como água, telefone, TV a cabo, agentes de saúde ou até mesmo de vigilantes.

Por isso, é importante saber como identificar as equipes da Cemar e ficar atento para casos de eventual suspeita.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários