Crime

Dois policiais militares têm armas roubadas em São Luís

No início do mês a Polícia Militar também teve uma metralhadora extraviada. Roubos ocorreram em duas ações distintas próximo ao bairro do Cohatrac.

Na última sexta-feira (24) dois policiais militares, Vanessa Alves dos Santos e Plínio Arraes de Morais Filho, tiveram suas armas roubadas em abordagens distintas, em São Luís. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) se pronunciou neste domingo (26) dizendo que a Polícia Civil abrirá um inquérito policial para investigar o ocorrido.

No primeiro caso, Vanessa Alves dos Santos, que atua no Serviço de Inteligência da Polícia Militar, teria deixado uma arma calibre 40 dentro de um carro que foi arrombado pelos criminosos. A outra arma foi roubada em uma ação de assaltantes que abordaram o soldado Plínio Arraes de Moraes Filho em sua motocicleta, levando o veículo e uma pistola ponto 40. Os dois casos foram registrados na delegacia do Cohatrac.

O delegado-geral da Polícia Civil, Augusto de Barros, disse que também será instaurado um procedimento administrativo disciplinar para averiguar se houve negligência na conduta dos policiais. “A orientação da polícia é para nunca deixar um armamento em local vulnerável. Caso não esteja trabalhando, o policial deve deixar a arma em sua residência”, explicou.
No dia 2 de abril a Polícia Militar também teve uma metralhadora Famae ponto 40 extraviada durante uma operação na região do Itaqui-Bacanga, em São Luís. Na ocasião, um dos PMs teria esquecido a arma em cima do estepe de uma das viaturas. Quando o carro acelerou, a metralhadora teria caído na avenida. O armamento foi recuperado após 17 dias através de uma denúncia.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública confirmou os dois casos e esclareceu que a Polícia Civil abrirá um inquérito policial para colaborar com as ações da Polícia Militar. Veja a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) esclarece que dois policiais militares, sendo um homem e uma mulher, tiveram suas armas roubadas na última sexta-feira (24), em abordagens distintas, e que estão sendo realizadas rondas, paralelamente às investigações do Serviço de Inteligência da Polícia Militar, para recuperar o armamento.

Em um dos casos, o veículo da policial militar foi arrombado e arma e outros pertences foram levados; no outro caso, o militar teve a moto e a arma roubada enquanto seguia para casa. Nos dois casos, a Polícia Militar abrirá inquérito policial militar, procedimento administrativo, para apurar as circunstâncias e averiguar efetivamente a conduta dos policiais no intuito de identificar se houve culpa ou dolo.

A SSP ressalta ainda que a Polícia Civil abrirá inquérito policial para investigar o roubo e o assalto dos bens materiais das vítimas, colaborando com as ações da Polícia Militar para recuperação dos armamentos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários