Crime

PF investiga madeireiros e encontra plantações de maconha em reserva

A Polícia Federal no Maranhão, em conjunto com o Ibama, concluiu ontem segunda-feira, 16, ação de erradicação de plantações de maconha que foram localizadas no noroeste do Maranhão.

Num primeiro momento a Polícia Federal e o Ibama se deslocaram para a região que compreende a Reserva Biológica do Gurupi, as terras indígenas AltoTuriaçu e Caru, objetivando realizar ação de fiscalização e combate à extração ilegal de madeira. Ao sobrevoar os locais, entre os dias 07 e 08/03, as equipes localizaram e identificaram plantações de maconha, e imediatamente iniciaram operação de erradicação da droga.

Na operação, foram erradicados mais de 62.000 (sessenta e dois mil) pés de maconha, que teriam capacidade para produzir aproximadamente 16 toneladas da droga. Também foram destruídos mais de 140 quilos de maconha que já havia sido colhida.

Junto às plantações foram localizados acampamentos para onde a droga colhida era levada e armazenada. Os acampamentos já estavam vazios quando da chegada das equipes policiais, e não houve prisões até o momento. Foi aberto inquérito policial com o objetivo de identificar os responsáveis pelas plantações, que poderão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, com penas de até quinze anos de reclusão.

Participaram da ação policiais federais do grupo tático, da delegacia de repressão a entorpecentes e da delegacia de combate a crimes contra o meio ambiente. A operação também contou com o apoio de servidores e de dois helicópteros do Ibama.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários