Crime

Imagens mostram assaltantes fazendo a festa no Banco do Brasil de Coroatá

É de conhecimento público a agencia do banco do Brasil em Coroatá foi arrombado nas primeiras horas do segundo dia de janeiro de 2014. De acordo com informações, após arrombarem um vidro, invadiram e subtraídos três revolveres calibres 38 Mm, empunhaduras de borrachas e 22 cartuchos intactos de igual calibre, de propriedade da empresa de Segurança Cefor que encontravam-se guardados em um armário no interior da agencia e com as chaves em um compartimento do mesmo armário e aberto.

Nas imagens de câmeras da agencia aparece dois adolescentes (infratores) residente no bairro da Maçaranduba, impetrando o ato com os rostos ocultados por camisas na cabeça, mas ficou fácil a polícia identificar um dos acusados porque manca de uma das pernas. Após levantamentos do 3º sargento Nunes Filho e do Cabo Machado, ambos integrantes do 2º pelotão PM sediado em Coroatá, os menores foram apreendidos e apresentados na delegacia provisória de Coroatá, ao investigador de polícia civil de plantão em razão do delegado Samuel Morita estava ausente da cidade (viajando) no dia do ocorrido.

A polícia precisa esclarecer à comunidade coroataense porque a fechadura da porta principal de acesso à agencia estava danificada (sem fechar). Quais as razões e/ou motivos das chaves da tesouraria da instituição bancaria está em uma das gavetas do banco, no momento da invasão quando deveria está em posse do tesoureiro. O Arrombamento aconteceu às 01:30 mas a entrada na agencia ocorreu apenas às 03:30 horas. Porque a porta giratória encontrava-se com defeito? A polícia Militar recuperou um revolver em posse de um terceiro envolvido, as outras duas teriam sidos vendidas “mas cabe a polícia averiguar e identificar os compradores”.

Agora o que chama a atenção é o fato de um monitor de computador da sala do gerente de sumido, no entanto nas imagens os menores saem do interior da agencia sem o monitor.

Sala do tesoureiro

Bateria de caixas

Arma´rio das armas


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários