Crime

Mulher espancada pelo companheiro vai parar no Socorrão

Segundo a PM, a mulher foi agredida na frente do filho de 5 anos no Conjunto Planalto II.

João Rodrigues/ Imirante Imperatriz

Uma denúncia de vizinhos levou a Polícia Militar a prender, nesse domingo (9), um homem suspeito de espancamento contra a companheira dele na rua Dom Marcelino no Conjunto Planalto II.

De acordo com o soldado Duarte, comandante da patrulha que atendeu a ocorrência, Maria Luzinete, de aproximadamente 30 anos, foi espancada em casa após desentendimento.

O militar disse, ainda, que os policiais encontraram a mulher com rosto ensangüentado no banheiro da residência.

“Um filho dela, de uns cinco anos, nos disse que o homem bateu de corrente na mulher”, disse o militar.

Diante dos ferimentos, Maria Luzinete foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ao Hospital Municipal (Socorrão), onde recebeu atendimento e depois foi liberada.

Preso, ainda na casa do casal, o suspeito foi apresentado pelos militares na permanência do Plantão Central onde disse se chamar James.

O soldado Duarte disse que a delegada plantonista estava lavrando o auto de prisão em flagrante quando foi informada pela vítima que o nome verdadeiro do suspeito é Samuel e que ele teria, recentemente, deixado a unidade prisional conhecida como CCPJ.

“Com essa informação a delegada passou a levantar a qualificação desse homem que agora deverá responder não só pela Lei Maria da Penha, mas, também, por falsidade ideológica”, finalizou Duarte.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários