Crime

Barra do Corda: juiz ouve réus e testemunhas do assassinato do vereador Aldo Andrade

Entre os réus, o vereador Paulo Roberto Lima Bandeira, o Paulinho Bandeira, como é conhecido, e o suplente Wilson Silva Sousa.

O titular da 2ª Vara da Comarca de Barra do Corda, juiz João Pereira Neto, deu início, na manhã desta terça-feira (14), à audiência de instrução na qual ouve os sete réus e 28 testemunhas do processo que tem como objeto o assassinato do vereador e candidato à reeleição Antonio Aldo Lopes Andrade. Um dos tiros que tinham como alvo o vereador atingiu o borracheiro Almir dos Santos Bezerra, que se encontrava no local do crime, matando-o.

Vereador Paulim Bandeira.

Vereador Paulim Bandeira.

Entre os réus, o vereador Paulo Roberto Lima Bandeira, o Paulinho Bandeira, como é conhecido, e o suplente Wilson Silva Sousa. Ambos encontram-se em liberdade, juntamente com o também réu no processo Douglas Ferreira da Silva. Os outros quatro réus encontram-se presos: o executor do homicídio, Jadison Silva Costa; o suposto mandante, Jamys Rodrigues Silva; e Jonas Fernandes Almeida e Robson da Silva Santos.

Moto – O crime ocorreu em 23 de setembro de 2012, por volta das 22h40, próximo a uma borracharia situada no bairro Altamira, às margens da BR-226. De acordo com os autos, na ocasião Jonas e Jadison chegaram ao local em uma moto, disparando, pelas costas, vários tiros na vítima (um dos tiros atingiu mortalmente o borracheiro Almir) fugindo em seguida. A arma usada foi um revólver calibre 38.

Investigação da polícia judiciária embasada no serviço de inteligência e em interceptações telefônicas apontou para os envolvidos na trama que teria como motivação uma desavença envolvendo divisão de terras (Gleba Tamarindo) localizadas ao longo da estrada que liga Barra do Corda ao município de Fernando Falcão.

Rateio – Segundo a denúncia do Ministério Público, “há fortes evidências de que sobre uma área de 363 hectares de terras pertencentes ao Estado do Maranhão (terras devolutas) deitou-se legitimação fraudulenta por iniciativa de um consórcio de interessados”. Ainda segundo a denúncia, o consórcio reuniria os réus Jamys, Paulo Roberto, Wilson e o vereador assassinado, Aldo.

Consta ainda do processo que, “ao que tudo indica” utilizando-se de documentação falsa, o grupo teria providenciado a legitimação do domínio da área, cuja titulação foi feita em nome de Wilson. O rateio da propriedade entre os demais consorciados ficou acertado para após a lavratura da escritura pública de domínio.

Vereador Aldo Andrade.

Vereador Aldo Andrade.

Um impasse entre Aldo, que já possuía um lote na área, e o restante do grupo, suscitou várias reuniões para uma tentativa de solução amistosa para o impasse, o que não aconteceu. Aldo então teria ameaçado denunciar a fraude documental (da qual não teria participado, embora dela tivesse conhecimento), o que levou ao pânico os demais integrantes do grupo, começando aí a trama para a execução do vereador.

Pistoleiros – Narra o processo que, cientes dos riscos que corriam, Paulo Bandeira e Wilson Silva “passaram a induzir e instigar Jamys Rodrigues a planejar e executar a ação criminosa”. Jamys teria sido ainda orientado pela dupla a esperar o momento mais adequado para perpetrar o crime, que seria no período da disputa eleitoral que se avizinhava, o que desviaria o foco da motivação criminosa.

Jamys então teria contratado por R$ 15 mil e por indicação de Douglas Ferreira, o pistoleiro Jonas Fernandes. Este, por seu turno, arregimentou para a empreitada criminosa o também pistoleiro Jadison Silva. O réu Robson Santos teria orientado os dois pistoleiros na ação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

22 comentários em “Barra do Corda: juiz ouve réus e testemunhas do assassinato do vereador Aldo Andrade”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Antonio Célio

    Boa Tarde

    olha pessoal nos estamos no quinto mês da GESTÃO do Prefeito Eric Costa e nada de OBRA alguma esta sendo feita! ele se anunciou quase como um ‘ MESSIAS ” foi o que se deu pra se perceber na campanha POLITICA dele!!

    mais…DINHEIRO no cofres da Prefeitura de Barra do Corda-MA não falta não! quer ver olhem esses DEMONSTRATIVOS abaixo:

    no mês de JANEIRO— R$ 5.315.845,91 C

    no mês de FEVEREIRO—- R$ 9.110.032,23 C

    no mês de MARÇO—- R$ 5.953.146,20 C

    no mês de ABRIL—– R$ 8.512.521,90 C

    fonte: SISBB Sistema de Informaçoes do Banco do Brasil

    mais também a GESTÃO do Prefeito Eric Costa é marcado é com ESCÂNDALOS! como esse do intermédio do Secretario do Meio Ambiente da cidade de Barra do Corda Aderoldo Cunha da compra da CHÁCARA de Norman Sá pelo o Prefeito Eric Costa!!

    essa compra da chácara de Norman Sá foi mais R$ 1 milhão que é pra ele Norman Sá conseguir uma HABEAS CORPUS junto ao TRIBUNAL!

    então um conclusão que é indiretamente o Prefeito Eric Costa esta ajudando o Sr. Norman Sá sai da cadeia! que não ocasião ele é o principal acusado de mandar matar ALMIR NETO!!

    então por isso é mais outros fatos que o melhor pra cidade de Barra do Corda é mesmo a COLIGAÇÃO que se INSPIRA em Trabalho, Respeito, Cidadania, comandada por MANOEL MARIANO DE SOUSA o NENZIM, é a unica que tem mesmo compromisso com a cidade de Barra do Corda!

    o COMERCIO local estão todos se reclamando pelo a FRACA venda de seus PRODUTOS!! em relação ao ano passado eu garanto com toda VEEMÊNCIA que estava fraco assim não!
    o sistema de canalização de água da cidade de Barra do Corda jorrava água que enchia a minha caixa d’água! e com essa GESTÃO atual nunca mais encheu!
    vamos procurar sim dar um basta nessa COLIGAÇÃO de Eric Costa

  2. netoferreira

    Pelo visto, o prefeito Eric Costa recebe em sua gestão uma boa verba para administrar o município …

  3. Antonio Célio

    olha só como é que o Prefeito Eric Costa vai ficar depois dos quatros anos que ele for GESTOR da cidade de Barra do Corda-MA

    http://cdn.cnwimg.com/galleryThumb/bc03d262d8649ba607c644b94684b742.jpg?a=83c5c0

  4. netoferreira

    Credo…. Rsss!

  5. Antonio Célio

    vocês pode somar esses valores segundo o SISBB Sistema de Informação do Banco do Brasil que de JANEIRO até MAIO de 2013!
    na cidade de Barra do Corda-MA foram depositados mais de R$ 30 milhões! isso fora os CONVÊNIOS!!

  6. netoferreira

    No caso são convênios… É diferente convênios, nem sempre a prefeitura recebe tudo… Geralmente é parcelado.

  7. Antonio Célio

    Boa Tarde

    olha pessoal ontem dia 3 de maio de 2013 a cidade de Barra do Corda completou 178 anos,e na ocasião um prefeito que dizia que ía fazer uma REVOLUÇÃO na cidade de Barra do Corda olha só o que deu! um Prefeito que inaugura isso!

    mais…mesmo como ele disse ontem no espaço cultural que é falso esse folheto! mais…que ele diga o que foi que ele construiu na cidade de Barra do Corda?

    ele esta perdido povo de Barra do Corda! ele só importa com a família dele e mais ninguém!
    mais…uma vez Manoel Mariano de Sousa disse ” pra ele ser um bom prefeito só basta ele PINTAR o que eu construiu ” e foi isso que ele Eric Costa fez! ele não errou não!

    então povo de Barra do Corda vamos procurar enxergar um futuro melhor pra a cidade de Barra do Corda, e eu só vejo na COLIGAÇÃO que se INSPIRA em Trabalho, Respeito, Cidadania, comandada por MANOEL MARIANO DE SOUSA o NENZIM, a unica que tem mesmo COMPROMISSO com a cidade de Barra do Corda! desconheço uma outra!

    e NÃO uma COLIGAÇÃO de um Prefeito SORRATEIRO assim como é Eric Costa
    ele disse que não existe ” GUERRA ” na COLIGAÇÃO dele!

    olha ele foi INFELIZ quando fez essa ALUSÃO! sera que ele se esqueceu do que aconteceu na CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO CORDA onde ouve uma discursao entre os VEREADORES Raimundo da Rodoviária e Paulinho Bandeira onde o Vereador Raimundo da Rodoviária disse ” EU VOU FALAR AQUI QUEM MANDOU MATAR O VEREADOR ALDO ANDRADE ”

    olha que isso é muito serio Meritíssimo Juiz de Direito da cidade de Barra do Corda o que o vereador Raimundo da Rodoviária disse!!

    não queriam que fosse ELUCIDADO o caso do assassinato de Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, onde EM OCASIÃO NENHUMA os PISTOLEIROS Moisés Alexandre Pereira e Raimundo Pereira nunca disseram que foi o ex-secretario de finanças da cidade de Barra do Corda PEDRO TELES DE SOUSA que foi o suposto MANDANTE DO CRIME e sim eles disseram que foi um homem conhecido por VALDIR.

    foi um JULGAMENTO as presas! foi que deu pra perceber! como se quisesse porque quisesse condenar PEDRO TELES DE SOUSA.
    agora pessoal não me leve a mal não! mais…vou usar uma expressão HISPIDA a respeito de uma ofensa que recebi aqui! que já recebi varias mais vou REPLICAR essa aqui!
    olha uma mulher RE-FI-NA-DA certas expressões ela não usa não!! isso eu garanto! só se for uma mulher VAGARANHA! esse tipo de mulher usa mesmo!

  8. netoferreira

    Nobre Antônio Célio obrigado por interagir conosco…

  9. simeao

    assim que tá é o teu ex-patrão viuva recalcada, tá cheio de dinheiro roubado e desviado da prefeitura, mais de R$255 milhões de reais…
    viuva recalcada, recalque regional…
    pipipipipipi olha o mrecalque antonio celio…

  10. netoferreira

    Rsss!

  11. Antonio Célio

    olha Meritíssimo João Pereira Neto, o Sr não devia convidar o Vereado Raimundo da Rodoviária pra ele ir no Fórum e dizer o que ele sabe em relação ao ASSASSINATO DO VEREADOR ALDO ANDRADE!!

    porque quando ele discutiu mais o Vereador Paulinho Bandeira ele disse que na ocasião ía falar quem mandou matar o vereador Aldo Andrade!!

  12. jOÃO

    ANTONIO CÉLIO SEU CORNO CHATO DO CARALHO!!!!!!!!!!!

  13. Modesto

    Antonio Célio Telles vá pro inferno você não sabe o que diz você é um ser deplorável o que tem a ver os depoimentos dos supostos assassinos com administração do prefeito Eric Costa explica-me por favor? seu energúmeno.

  14. ANA LIMA

    É DE SE ASSUSTAR COM O ROMBO JÁ EXISTENTE PELO ERIC COSTA……TAI A A MUDANÇA

  15. Antonio Celio

    Bom Dia

    olhem isso que foi dito no FORUM de Barra do Corda

    O titular da 2ª Vara da Comarca de Barra do Corda, juiz João Pereira Neto, deu início, na manhã desta terça-feira (14), à audiência de instrução na qual ouve os sete réus e 28 testemunhas do processo que tem como objeto o assassinato do vereador e candidato à reeleição Antonio Aldo Lopes Andrade. Um dos tiros que tinham como alvo o vereador atingiu mortalmente o borracheiro Almir dos Santos Bezerra, que se encontrava no local do crime.
    Entre os réus, o vereador Paulo Roberto Lima Bandeira, o Paulinho Bandeira, como é conhecido, e o suplente Wilson Silva Sousa. Ambos encontram-se em liberdade, juntamente com o também réu no processo Douglas Ferreira da Silva. Os outros quatro réus encontram-se presos: o executor do homicídio, Jadison Silva Costa; o suposto mandante, Jamys Rodrigues Silva; e Jonas Fernandes Almeida e Robson da Silva Santos.
    Moto – O crime ocorreu em 23 de setembro de 2012, por volta das 22h40, próximo a uma borracharia situada no bairro Altamira, às margens da BR-226. De acordo com os autos, na ocasião Jonas e Jadison chegaram ao local em uma moto, disparando, pelas costas, vários tiros na vítima (um dos tiros atingiu mortalmente o borracheiro Almir) fugindo em seguida. A arma usada foi um revólver calibre 38.
    Investigação da polícia judiciária embasada no serviço de inteligência e em interceptações telefônicas apontou para os envolvidos na trama que teria como motivação uma desavença envolvendo divisão de terras (Gleba Tamarindo) localizadas ao longo da estrada que liga Barra do Corda ao município de Fernando Falcão.
    Rateio – Segundo a denúncia do Ministério Público, “há fortes evidências de que sobre uma área de 363 hectares de terras pertencentes ao Estado do Maranhão (terras devolutas) deitou-se legitimação fraudulenta por iniciativa de um consórcio de interessados”. Ainda segundo a denúncia, o consórcio reuniria os réus Jamys, Paulo Roberto, Wilson e o vereador assassinado, Aldo.
    Consta ainda do processo que, “ao que tudo indica” utilizando-se de documentação falsa, o grupo teria providenciado a legitimação do domínio da área, cuja titulação foi feita em nome de Wilson. O rateio da propriedade entre os demais consorciados ficou acertado para após a lavratura da escritura pública de domínio.
    Um impasse entre Aldo, que já possuía um lote na área, e o restante do grupo, suscitou várias reuniões para uma tentativa de solução amistosa para o impasse, o que não aconteceu. Aldo então teria ameaçado denunciar a fraude documental (da qual não teria participado, embora dela tivesse conhecimento), o que levou ao pânico os demais integrantes do grupo, começando aí a trama para a execução do vereador.
    Pistoleiros – Narra o processo que, cientes dos riscos que corriam, Paulo Bandeira e Wilson Silva “passaram a induzir e instigar Jamys Rodrigues a planejar e executar a ação criminosa”. Jamys teria sido ainda orientado pela dupla a esperar o momento mais adequado para perpetrar o crime, que seria no período da disputa eleitoral que se avizinhava, o que desviaria o foco da motivação criminosa.
    Jamys então teria contratado por R$ 15 mil e por indicação de Douglas Ferreira, o pistoleiro Jonas Fernandes. Este, por seu turno, arregimentou para a empreitada criminosa o também pistoleiro Jadison Silva. O réu Robson Santos teria orientado os dois pistoleiros na ação.
    Marta Barros
    Assessoria de Comunicação da CGJ-MA
    http://tjma.jusbr/cgj
    asscom_cgj@tjma.jus.br
    (98) 3221-8527

  16. Antonio Célio

    Bom Dia

    pois é! nos estamos aqui pra denunciar as FALCATRUAS do Prefeito ( PINTOR ) Eric Costa aqui na cidade de Barra do Corda Neto Ferreira!

    e estou gostando muito do seu trabalho Neto Ferreira e que sempre você seja assim!!

  17. guccioutletstore-online.com

    Pop Over To This Site

  18. christian louboutin outlet store

    Click For Info

  19. Michael Kors Grayson

    nice articles

  20. JUSTICEIRO

    KD A JUSTIÇA PARA O CASO DO VEREADOR ALDO ANDRADE ? PAULIM E WILSON JUDAS VAO FICAR ASSIM MESMO ?

  21. JUSTICEIRO

    Barra do Corda Clama por Justiça, tantos crimes sem soluçao, tanto sangue derramado, tantos filhos sem pai. JUSTIÇA………….

  22. Aldyane Silva

    Eles podiam morrer ….
    Eles tiraram o meu pai .
    Aquele desgraçado mas ele vai pagar por tudo isso .
    Tirou 2 pai de família ??.
    Eles mataram foi 2 seres humanos não foi animal não ..
    Paulim Bandeira seu Criminoso, Nojento .
    Wilson Silva seu Cachorro , criminoso .???

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários