Crime

Som automotivo é apreendido em São Luís

Polícia Civil apreende aparelhagem de som durante plantão da Poluição Sonora

Em mais um fim de semana de operação para coibir o excesso de som na Região Metropolitana de São Luís, a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) autuou oito pessoas por desobediência a Lei do Silêncio. As ações de combate à poluição sonora fazem parte do Programa Polícia Civil nas Ruas.

Os mais de 60 investigadores, delegados e escrivães divididos em equipes operacionais, durante três dias de trabalho, percorreram diversos pontos da capital, vistoriando postos de gasolina e casas de shows denunciadas nas ligações que chegam à delegacia de Costumes e Diversões Públicas.

Autuações – No último fim de semana foram oito autuações, totalizando 42 incursões. No sábado (9), a SPCC contabilizou seis autuações. Na área da Cidade Operária, dois veículos foram apreendidos, sendo um no posto de gasolina, localizado na Avenida Lourenço Vieira da Silva, próximo a Universidade Estadual do Maranhão (Uema). Nesta, o proprietário, ao perceber a presença dos policiais, deixou o local abandonando o veículo, um Peugeot, com placas de São Paulo. A segunda apreensão aconteceu na Unidade 205, no Viva daquele bairro.

Ocorreram apreensões também na Avenida Santos Dumont (um veículo apreendido), Avenida Tancredo Neves (duas apreensões) e uma na Praça do Bacanga. Já no domingo (10), ocorreram apenas duas apreensões. Todo o material apreendido está nas dependências da Delegacia de Costumes.

“Neste fim de semana, aumentamos o efetivo para que as equipes tivessem mais agilidade. Dessa forma, os trabalhos foram mais rápidos e conseguimos atender um número maior de ocorrências”, explicou a delegada.

Segundo a SPCC, os trabalhos do Programa Civil nas Ruas vão continuar durante o período junino. De acordo com a delegada Edilúcia Trindade, todos os proprietários de arraias e grupos folclóricos foram orientados sobre o funcionamento dos estabelecimentos e horários permitidos por Lei. “Não iremos permitir nenhum excesso. O combate à poluição sonora trabalha em várias vertentes. Tudo o que estiver acima de 80 decibéis não será permitido”, enfatizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários