Crime

Polícia prende professor de informática acusado de clonar cartões de créditos

Gustavo ligava, fazia a encomenda, passava o número do cartão o código de segurança e validade.

Gustavo Deivison Caldas foi preso por prática de estelionato

Gustavo Deivison Caldas foi preso por prática de estelionato

Policias civis da Delegacia de Defraudações prenderam um professor de informática, acusado de prática de crime de estelionato previsto no art. 171 do Código Penal. Gustavo Deivison Caldas Viana, 24 anos, mora no bairro Vila Palmeira.

Segundo informações da Polícia Civil, ele estava fazendo compras de cestas de café da manhã e lanches de uma empresa de telemensagem, situada no bairro do Coroadinho, utilizando indevidamente cartões de crédito de terceiros. Ainda segundo a polícia, a empresa teria informado que o autor do crime já havia realizado outras três compras utilizando o mesmo artifício.

Gustavo ligava, fazia a encomenda, passava o número do cartão o código de segurança e validade. A compra era aceita inicialmente pela operadora e passado alguns dias o titular do cartão contestava o débito e a fatura retornava para a empresa, lesando seu faturamento. As compras indevidas giravam em torno de R$ 1.000,00.

Além de confessar a prática delitiva, Gustavo Viana afirmou que teve acesso aos números dos cartões de crédito de clientes de uma empresa de telemarketing na qual trabalhou.

Após a autuação, Gustavo Deivison Caldas Viana foi encaminhado para o Centro de Triagem em Pedrinhas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Polícia prende professor de informática acusado de clonar cartões de créditos”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. gustavo viana

    uso indevido de imagen sem autorizacao!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários