Cidade

Com licitação concluída, empresas ainda não assinaram contrato do transporte público

Somente após a contratação as empresas deverão implantar as melhorias previstas no edital.

1470080346-881504918

Passados mais de 15 dias desde a homologação do resultado da licitação do transporte público em São Luís, até agora nenhuma das empresas vencedoras assinou contrato para iniciar a prestação dos serviços. E, se depender de um dos consórcios participantes do certame, que foi eliminado durante o transcorrer do processo, o Consórcio Nova Ilha, esse contrato nem mesmo deve ser assinado, sob pena de prejuízo à administração pública e à coletividade.

Composto pelas empresas Cisne Branco, Gemalog e Endecovias, o Consórcio Nova Ilha entrou com uma representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) pedindo, entre outras coisas, que o contrato não seja assinado, a declaração da ilegalidade do processo licitatório e uma auditoria nos dados do sistema de transporte coletivo de São Luís dos últimos cinco anos.

A licitação do transporte público em São Luís foi homologada em 12 de julho e na época o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, afirmou que os contratos seriam assinados em até 15 dias. Pelo edital, a empresa vencedora teria o prazo de 10 dias para assinar o contrato.

Já consórcios teriam até 15 dias, após a convocação. A Prefeitura informou ainda que, logo após a assinatura dos contratos, empresa e consórcios vencedores da concorrência darão início às ações de melhorias no sistema. A última etapa da licitação se deu durante sessão realizada no auditório da Secretaria Municipal de Turismo (Setur).

Os consórcios Central, Via SL e Upaon-­Açu e a empresa Viação Primor foram declarados vencedores do processo licitatório para a escolha das empresas que atuarão no sistema de transporte coletivo de São Luís.

Lotes e empresas

Consórcio Central vai atuar no Lote I correspondente às áreas do Centro Histórico, Pedrinhas, Nova República, Vila Maranhão, Quebra-­Pote, Coqueiro, Cajueiro, Rio dos Cachorros, Estiva, Distrito Industrial, Maracanã,Vila Sarney, Bequimão, Alemanha, Liberdade, Caratatiua, Bom Milagre, Fé em Deus, Vila Embratel, Sá Viana, UFMA, Vila Bacanga, Inhaúma, Bonfim, Anjo da Guarda, Porto do Itaqui, Monte Castelo, Vila Nova, Gapara, Argola e Tambor, Ilha da Paz, Vila Isabel,Fumacê, Zona Rural I, Arraial, Itapera, Rio Grande, Tinaí/Cinturão Verde, Piancó,Coroado, Coroadinho, São Raimundo, Santa Cruz, Vera Cruz, Santo Antônio, Parque Timbira, Tibiri, Pão de Açúcar e Vila Luizão.

Via SL vai atuar no Lote II correspondente às regiões do Angelim, Pedra Caída, Vila Itamar, Tibiri, Cohab, Cohatrac I, Cohatrac II, Cohatrac III, Cohatrac IV, Cohatrac V, Pequizeiro, Forquilha, Parque dos Nobres, Areinha, Vila Palmeira, Radional, Cutim, Outeiro da Cruz, Parque Amazonas, Pirapora, Parque Universitário, João Paulo, Cajupe, Santa Bárbara, Tajipuru, Ipem Turu, Vila Esperança e Vila Lobão.

Consócio Upaon-­Açu vai atuar no Lote III formado pelas regiões: Rodoviária, Janaína, Santa Clara, São Bernardo, João de Deus, Cidade Olímpica, Cidade Operária, Jardim América, Vila Brasil, Uema, Geniparana, José Reinaldo Tavares, Aurora, Jardim Alvorada, São Raimundo, Vila Esperança e Popular Ipase.

Viação Primor LTDA atuará no Lote IV correspondente às regiões do Alto do Angelim, Vila Funil, Ponta do Farol, Ponta da Areia, Cohafuma, Vinhais, Quitandinha, Grand Park, Cohama, Cohaserma, Cantinho do Céu, Calhau, Alto do Calhau, Olho d’Água, Parque Athenas, Residencial Primavera, São Francisco, Vicente Fialho, Habitacional Turu, Sol e Mar, Divineia, Igaraú, Santa Rosa, e Coheb.

Do Estado do Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Com licitação concluída, empresas ainda não assinaram contrato do transporte público”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Benedito

    Opa! Que boa notícia, falta pouco para os primeiros ônibus com ar começarem a rodar pela cidade, mais dignidade para os usuários do transporte público!

  2. tadeu

    Tem que entrar logo em vigor mesmo! Estamso precisando e isso elevará muito a qualidade de nossos transportes.

  3. Moisés

    Não vejo a hora dessa mudança e tornar a volta do serviço menos cansativa.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários