Cidade

Filas madrugam na perícia do IML

População e funcionários chegaram a fazer um abaixo-assinado para denunciar a situação

O IML de São Luís está causando revolta nas pessoas que de lá precisam. Desde que assumiu a Direção do IML, o Dr. Ribamar Wanderley Junior vem causando um clima de desarmonia e revolta no corpo e nos usuários da Instituição, culminando na desrespeitosa marcação de perícias que exigem a chegada das pessoas na madrugada do dia anterior.

A coisa é tão braba que mesmo idosos, deficientes ou quem quer que venha de viagens de madrugada do interior do Estado e chegarem depois do número 20 de atendimento, simplesmente vão embora sem qualquer satisfação. Nem agendamento conseguem.

A população de usuários e até funcionários fizeram um abaixo-assinado com milhares de assinaturas repudiando tal situação e querendo que a Direção seja ocupada por médicos com mais respeito humano.

Em toda história do IML nunca se chegou a medidas sem diálogo como hoje em dia. Atualmente o Governo do Estado se diz priorizar medidas para acabar com a miséria e desrespeito humano, mas parece que a direção daquele instituto não liga se ta criando problemas.

O cidadão maranhense exige respeito e não aceita mais essas condutas sem explicação nenhuma. Se até as agencias bancárias tem meia hora para atender, porque eles tem que esperar mais de 12 horas. Pelos bastidores sabe-se que os exageros atingem não só usuários como a insatisfação da maioria dos funcionários, que cada vez mais se sentem coagidos dentro de seu próprio ambiente de trabalho.

A Instituição, que trabalha com atividades relacionadas a mortes, estupros e agressões físicas vem piorando o clima em todos os setores e tornando o ambiente de trabalho insustentável. A população mais pobre e necessitada, desta vez, não vai pagar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Filas madrugam na perícia do IML”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. marcos

    Se na capital esta assim, imagine no interior. O descaso, desumanidade e desrespeito começou com a retiradas dos médicos legistas das Delegacia Regionais, e encaminhados para os dois IML existentes no interior. As coisas estão mudando, mais para pior. E se não for revisto essa medida impensada de retirar os médicos legistas das cidades onde há anos existiam, e tendencia do governo Flavio Dino é só piorar, ficando mais distante o sonhos dos que foram iludidos com a “mudança”

  2. ARTUR

    é ultrajante e humilhante o atendimento atual do IML de São Luis, passei um tempo esperando para marcar uma perícia e de fato não conseguí pois quando chegou minha vez já tinham distribuídos as “20 senhas”. Lembrando que fui do interior gastando com passagens e etc. Agora vê se tem cabimento um IML de uma capital que atende mais de um milhão de habitantes distribuir somente 20 senhas para atendimento brincadeira só no Maranhão mesmo, sem falar que o povo que espera pelo atendimento ainda passa por situações no mínimo vergonhosas, o atendente fica gritando ” pessoas para atendimento de agressão física, pessoas para atendimento de violência doméstica, pessoas para atendimento de violência sexual, me acompanhe por favor” isso é ultrajante e humilhante no mínimo.

  3. Felipe

    Total desrespeito por parte desse diretor do IML, que impôs uma ditadura naquela órgão, fazendo com que pessoas durmam na fila a espera de um atendimento incerto no dia seguinte.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários