Cidade

Franere volta a atormentar moradores do Parque Shalom

As obras da Construtora Franere, empresa de propriedade de Marcos Regadas, voltam a ser uma preocupação para os moradores do Parque Shalom, que residem na Rua H20, em São Luís.

Após a primeira reclamação dos moradores (reveja) que foi veiculada no Blog do Neto Ferreira (diga-se de passagem, prontamente atendida pela construtora), a Franere voltou a escavar a Rua H20, para colocação de manilhas. Segundo palavras de uma pessoa da empresa terceirizada: “Essa obra trará benefícios para o bairro”.

Ocorre que enquanto o Condomínio Grand Park está com suas ruas de acesso impecáveis, as ruas que sofrem intervenção para beneficiar não ao bairro Parque Shalom, mas aos interesses do empreendimento, estão afundando, enlameadas as ruas e em muitos pontos as residências tem suas tubulações de água quebradas.

Também existem reclamações que as circunstâncias da obra resulta em casas invadidas por muito barro e poeira, trazendo transtornos físicos e principalmente a saúde dos moradores.

E o que é pior, somente após cinco meses da primeira reclamação feita por meio deste Blog, a construtora iniciou com as obras para “recebimento de águas de chuva”, mais exatamente no dia 28 de janeiro.

Em maiores informações obtidas no local com empresa terceirizada que realiza a obra, a promessa seria que após a colocação de cada seção de manilhas, seriam cobertas e asfaltadas as áreas cortadas, o que não acontece conforme fotos retiradas na manha desta quarta-feira (25). Ou seja, cobriram com o mesmo barro da escavação e em alguns pontos a rua está afundando e os próprios moradores estão sinalizando os pontos de risco para os transeuntes.

É inadmissível uma empresa privada abrir, esburacar, quebrar calçadas, trazer transtornos aos moradores de um bairro da capital e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior se fazer de cego, surdo e mudo.

image


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Franere volta a atormentar moradores do Parque Shalom”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Leticia

    Neto deixa de bobagem que o prefeito nao precisa se fazer de nada. Os moradores precisam entrar em contato sim com essa construtora que se acha dona da cidade! Processo neles!

  2. netoferreira

    Eu também concordo, mas a construtora deveria agir de forma rápida para concluir a obra e não prejudicar os moradores.

  3. Alessandra

    Creio que se a prefeitura for informada dessa pratica vai coibir, afinal empresa nenhuma tem o direito de bagunçar com a cidade desse jeito

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários