Cidade

Gil Cutrim ordena execuções emergenciais de Infraestrutura em Ribamar

Trabalho está sendo realizado em várias regiões da cidade que foram mais atingidas pelas fortes chuvas que continuam caindo na Grande Ilha.

A Prefeitura de São José de Ribamar está executando ações emergenciais com o objetivo de recuperar a infraestrutura de várias regiões da cidade atingidas pelas fortes chuvas que continuam caindo na Grande Ilha.

Com base em um levantamento elaborado pela Secretaria Municipal de Obras, Habitação e Serviços Públicos (SEMOSP), o trabalho consiste na realização de serviços diversos (recuperação asfáltica, limpeza de galerias de águas pluviais, melhorias de acesso, instalação de tubulação de drenagem, reconstrução de pontes, por exemplo) em bairros de várias regiões da cidade, dentre elas na Sede, Vilas, Zona Rural e Limítrofe.

Só para se ter uma idéia do estrago causado pelas chuvas na cidade de São José de Ribamar, quatro pontes – situadas nos bairros Parque Araçagi, Miritiua, Ubatuba e Rio São João – tiveram trechos destruídos pela força das águas. A do Miritiua já foi reconstruída e os trabalhos, neste momento, estão sendo feitos no Parque Araçagi. Em seguida, as outras duas também receberão os mesmos serviços.

De acordo com o secretário municipal de Obras de Ribamar, André Franklin Duailibe, as ações emergenciais também terão como alvo os chamados grandes corredores urbanos (avenidas) que cortam a cidade e fazem fronteira com a capital São Luís.

Duailibe explicou que o serviço, apesar de estar sendo executado por várias frentes de trabalho, sofre certo atraso principalmente devido ao período chuvoso. “Em algumas regiões já conseguimos finalizar os serviços, mas em outras, em função das chuvas que continuam caindo, o trabalho tem que ser paralisado e, por conta disso, ocorre certa demora. No entanto, queremos deixar a população tranqüila e certa de que as ações irão chegar nas regiões que precisam das mesmas”, disse.

O secretário fez questão de salientar, ainda, que algumas das obras de pavimentação que estão sendo realizadas, neste momento, em vários bairros da cidade também estão tendo o seu cronograma de execução atrasado em função das chuvas.

“Infelizmente, não é possível pavimentar uma via com um temporal caindo. O que pedimos é que os moradores destes bairros tenham paciência. Eles podem ter a certeza que as obras serão concluídas, tão logo, o período chuvoso permita”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários