Cidade

Classe artística prestigia arte e pinturas de João Ewerton

A exposição já foi prestigiada pelo produtor cultural e advogado Caldas Góis Júnior, da Matraca Digital; a desembargadora Nelma Sarney.

Artistas, intelectuais e admiradores das belas artes vêm prestigiando e elogiando a qualidade das 15 pinturas em acrílico sobre tela, que integram a exposição “São Luís em Prelúdio”, do artista plástico e design multimídia João Ewerton. A mostra ficará aberta ao público somente até esta segunda-feira, 30, às 21h, no Salão do Louvre do São Luís Shopping, na capital maranhense. Participe.

A exposição já foi prestigiada pelo produtor cultural e advogado Caldas Góis Júnior, da Matraca Digital; a desembargadora Nelma Sarney; o colunista e estilista Chico Coimbra; os atores Uimar Júnior e Mariano Laranjeiras; o escritor e poeta Celso Borges; o professor e artista plástico Lobato, da UFMA; o fotografo Djalma Raposo; o produtor de cinema, Ribamar Mendonça e o decorador Roberval Braga, entre outros.

O significado e contexto artístico de “São Luís em Prelúdio” são baseados em pesquisas feitas pelo artista sobre a arquitetura da cidade e seus aspectos míticos. “A pinturas revelam aspectos conceituais, sem compromisso com o realismo, buscando uma abordagem sempre contemporânea com sustentação na estética universal”, diz Ewerton. Para fugir do óbvio, o autor seguiu dois princípios.

O artista não utiliza a cor azul para tratar da azulejaria e também não retrata casarões para tratar da arquitetura da cidade. “A prospecção é focada na utilização dos elementos geométricos e orgânicos dos adornos barrocos, neoclássicos e dos azulejos ludovicenses como proposta de forma plástica nova à composição contemporânea e universal onde São Luís seja reconhecida e nunca retratada”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários