Cidade

“Os moradores da Vila Janaína não aguentam mais tanto abandono”, diz Wellington

Durante a sessão plenária na tarde desta segunda-feira (20), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou algumas das solicitações dos moradores do bairro da Vila Janaína. As demandas foram captadas por meio do projeto “Ouvindo o Maranhão”, desenvolvido pelo Gabinete Móvel que esteve no bairro na última quinta-feira.

“Deixamos aqui as solicitações que não são minhas, mas sim dos moradores do bairro da Vila Janaína. Nosso Gabinete Móvel visitou o bairro na última quinta-feira e, ao ouvir a população, constatou a precariedade das vias. Os moradores da Vila Janaína não aguentam mais tanto abandono. Não estamos falando de um ou outro buraco, mas sim de verdadeiras crateras que, inclusive, causam prejuízos a toda a população”, disse Wellington.

As solicitações serão encaminhadas ao Prefeito de São Luís e ao Secretário de Obras e Serviços Públicos, solicitando a recuperação asfáltica da Avenida Pavão Filho; Avenida José de Ribamar Oliveira e Rua Nossa Senhora da Conceição.

67f5dada-ae5d-4203-b4a4-af6ca1378f2a


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Defesa Civil emite alerta de tempestade no Maranhão

climatempo-1

A Defesa Civil emitiu um alerta de tempestade para a madrugada e manhã desta sexta‐feira (3) no Maranhão. A possibilidade, segundo o órgão, é de raios, vendaval e chuva intensa.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), ocorrerão pancadas de chuva localizadas que virão acompanhadas de descargas elétricas, rajadas de vento e acumulados de precipitação pontuais.

O mês de fevereiro foi marcado por fortes chuvas no Maranhão, que causaram diversos prejuízos e transtornos. No dia 15 de fevereiro, a Defesa Civil começou a monitorar as áreas de risco na capital maranhense. Atualmente, 60 regiões da cidade são consideradas áreas de risco, vulneráveis a sinistros durante o período chuvoso.3

Do Imparcial


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade / Poder

Moradores denunciam caos em Santa Inês

IMG-20170214-WA0055

Com a chegada das chuvas intensas começaram a aparecer os problemas de infraestrutura das cidades. Em Santa Inês, a situação é de calamidade pública.

O município, que está sendo comandado por Maria Vianey Pinheiro Bringel, está completamente abandonado. Ruas e avenidas estão cheias de crateras, que não permitem o tráfego de carros e atrapalham também a passagem de pedestres.Os prejuízos causados pelos buracos são grandes.

Com as chuvas, o estado das vias piorou. As ruas viraram “rios” e, por conta disso, os veículos ficam “ilhados”, pois não tem como passar. Um absurdo!

Veja as fotos abaixo:

IMG-20170214-WA0054

IMG-20170214-WA0056

IMG-20170214-WA0057


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Oito acidentes causam caos nesta manhã, em São Luís

1486978015-178930327

A manhã desta segunda‐feira (13) começou com transtornos para quem precisou sair de casa em São Luís. Cerca de oito acidentes, em pontos importantes da capital, causaram lentidão no trânsito e muitos problemas para a população.

Segundo informações do Grupo Tático de Trânsito (GTT ), os acidentes aconteceram no Retorno da Forquilha, Avenida dos Franceses, Avenida Jerônimo de Albuquerque, Ponte Bandeira Tribuzzi, Avenida Getúlio Vargas, e nos bairros do Centro, Jardim Eldorado e João Paulo.

Ainda não há registro de vítimas.

Em pontos de grande movimentação como a Ponte Bandeira Tribuzzi, Avenida Jerônimo de Albuquerque e Avenida dos Franceses, há trechos de grande congestionamento e lentidão. A chuva, que cai desde as primeiras horas da manhã, também atrapalha o trânsito.

Com informações do Imparcial


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade / Geral / Maranhão

Após terremoto, ‘São Luís’ vira um dos assuntos mais comentados no Twitter

‘São Luís’ virou um dos assuntos mais comentados do Twitter após o terremoto que atingiu o Maranhão na manhã desta terça-feira (3), por volta das 9h45, e que foi sentido até no Piauí.

No ranking de assuntos mais comentados pelos usuários da rede social, incluindo os de outros países, ‘São Luís’ figurou em sétimo lugar. Número que impressiona. Veja:

terremoto2

O terremoto causou pânico em moradores de São Luís. Um vídeo obtido pelo Blog do Neto Ferreira mostrou a correria de um grupo de servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O terremoto fez o prédio tremer, causando pânico nas pessoas. Veja clicando aqui.

— Leia também

São Luís poderá ser atingida por novos tremores, diz professor da UEMA

USP e UNB divergem sobre terremoto no Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Criminosos ateiam fogo em carro da Cemar, em São Luís

cemar-e1475241459231

Um veículo de uma prestadora de serviço da Cemar foi incendiado na manhã de hoje (30), na Via Expressa, no bairro do Ipase, em São Luís.

De acordo com as informações, cinco criminosos renderam os funcionários e os obrigaram a descer do veículo e em seguida atearam fogo no automóvel.

Bombeiros estão no local e já controlaram o fogo.

A Cemar se pronunciou por meio de nota. Veja abaixo:

Sobre o incêndio criminoso em um veículo da prestadora de serviços da Cemar, ocorrido na manhã desta sexta-feira (30/09), na Via Expressa, próximo ao bairro Ipase. A Companhia informa que a ocorrência já foi levada ao conhecimento das autoridades policiais no sentido de apurar e responsabilizar criminalmente os envolvidos.

A Cemar informa ainda que, durante avaliação preliminar, identificou somente danos materiais.

Assessoria de Imprensa da Cemar


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Obra de creche está parada há 5 anos em Matões do Norte

Moradores de Matões do Norte clamam por socorro, afinal a educação no município está precária.

A Prefeitura de Matões do Norte, comandada por Solimar Alves de Almeida, deveria entregar uma creche infantil em julho de 2011 – primeiro mandato do prefeito- no entanto a obra não fora concluída.

A construção foi orçada R$ 847,456.67 mil do Governo Federal e está apenas com as paredes levantadas sem previsão de entrega,

A unidade, que fica na Avenida Francisca Sampaio, iria atender os bairros Picadeira, Cidade Nova e Cidade Alta. Enquanto isso, crianças estão sendo prejudicadas com a inoperância da gestão municipal. Um absurdo!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Com licitação concluída, empresas ainda não assinaram contrato do transporte público

1470080346-881504918

Passados mais de 15 dias desde a homologação do resultado da licitação do transporte público em São Luís, até agora nenhuma das empresas vencedoras assinou contrato para iniciar a prestação dos serviços. E, se depender de um dos consórcios participantes do certame, que foi eliminado durante o transcorrer do processo, o Consórcio Nova Ilha, esse contrato nem mesmo deve ser assinado, sob pena de prejuízo à administração pública e à coletividade.

Composto pelas empresas Cisne Branco, Gemalog e Endecovias, o Consórcio Nova Ilha entrou com uma representação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) pedindo, entre outras coisas, que o contrato não seja assinado, a declaração da ilegalidade do processo licitatório e uma auditoria nos dados do sistema de transporte coletivo de São Luís dos últimos cinco anos.

A licitação do transporte público em São Luís foi homologada em 12 de julho e na época o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, afirmou que os contratos seriam assinados em até 15 dias. Pelo edital, a empresa vencedora teria o prazo de 10 dias para assinar o contrato.

Já consórcios teriam até 15 dias, após a convocação. A Prefeitura informou ainda que, logo após a assinatura dos contratos, empresa e consórcios vencedores da concorrência darão início às ações de melhorias no sistema. A última etapa da licitação se deu durante sessão realizada no auditório da Secretaria Municipal de Turismo (Setur).

Os consórcios Central, Via SL e Upaon-­Açu e a empresa Viação Primor foram declarados vencedores do processo licitatório para a escolha das empresas que atuarão no sistema de transporte coletivo de São Luís.

Lotes e empresas

Consórcio Central vai atuar no Lote I correspondente às áreas do Centro Histórico, Pedrinhas, Nova República, Vila Maranhão, Quebra-­Pote, Coqueiro, Cajueiro, Rio dos Cachorros, Estiva, Distrito Industrial, Maracanã,Vila Sarney, Bequimão, Alemanha, Liberdade, Caratatiua, Bom Milagre, Fé em Deus, Vila Embratel, Sá Viana, UFMA, Vila Bacanga, Inhaúma, Bonfim, Anjo da Guarda, Porto do Itaqui, Monte Castelo, Vila Nova, Gapara, Argola e Tambor, Ilha da Paz, Vila Isabel,Fumacê, Zona Rural I, Arraial, Itapera, Rio Grande, Tinaí/Cinturão Verde, Piancó,Coroado, Coroadinho, São Raimundo, Santa Cruz, Vera Cruz, Santo Antônio, Parque Timbira, Tibiri, Pão de Açúcar e Vila Luizão.

Via SL vai atuar no Lote II correspondente às regiões do Angelim, Pedra Caída, Vila Itamar, Tibiri, Cohab, Cohatrac I, Cohatrac II, Cohatrac III, Cohatrac IV, Cohatrac V, Pequizeiro, Forquilha, Parque dos Nobres, Areinha, Vila Palmeira, Radional, Cutim, Outeiro da Cruz, Parque Amazonas, Pirapora, Parque Universitário, João Paulo, Cajupe, Santa Bárbara, Tajipuru, Ipem Turu, Vila Esperança e Vila Lobão.

Consócio Upaon-­Açu vai atuar no Lote III formado pelas regiões: Rodoviária, Janaína, Santa Clara, São Bernardo, João de Deus, Cidade Olímpica, Cidade Operária, Jardim América, Vila Brasil, Uema, Geniparana, José Reinaldo Tavares, Aurora, Jardim Alvorada, São Raimundo, Vila Esperança e Popular Ipase.

Viação Primor LTDA atuará no Lote IV correspondente às regiões do Alto do Angelim, Vila Funil, Ponta do Farol, Ponta da Areia, Cohafuma, Vinhais, Quitandinha, Grand Park, Cohama, Cohaserma, Cantinho do Céu, Calhau, Alto do Calhau, Olho d’Água, Parque Athenas, Residencial Primavera, São Francisco, Vicente Fialho, Habitacional Turu, Sol e Mar, Divineia, Igaraú, Santa Rosa, e Coheb.

Do Estado do Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Governo Federal paralisa recuperação de bairro de Santa Inês

Indignados com o descaso e abandono por parte da Caixa Econômica Federal, os moradores do Residencial Sol Nascente, em Santa Inês, mais uma vez procuraram a Imprensa para denunciar a instituição financeira, que é o órgão do Governo Federal responsável pela construção e entrega das unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.

De acordo com o presidente da Associação dos Moradores do Residencial Sol Nascente, Melquizedeque Rodrigues, desde que os moradores receberam suas casas e passaram a habitar o bairro, inúmeros problemas começaram a surgir no local, principalmente com relação à infraestrutura.

Os moradores se reuniram e fizeram um abaixo-assinado e com o apoio do prefeito Ribamar Alves estiveram reunidos com a Superintendência Regional da Caixa, a qual se comprometeu resolver o problema, solicitando das construtoras a total recuperação da infraestrutura do Residencial.

A resposta veio no início deste mês, quando Ribamar Alves se reuniu com Antônio Nairton, responsável pelo setor engenharia e projetos do MCMV no Maranhão, e com Rita de Cássia, diretora de relacionamento com as prefeituras no Estado, onde ficou definido que as obras de recuperação serão iniciadas imediatamente.

De fato o serviço foi iniciado, porém, segundo Rodrigues, o trabalho foi paralisado e a população reclama do descaso da Caixa Econômica e cobra a retomada das obras. “São seis ruas com problemas de esgoto e vários bueiros descobertos à espera de reconstrução. Enquanto isso, o perigo é constante e vários acidentes já aconteceram”, disse Rodrigues.

O presidente disse que a Associação de Moradores entrou em contato Ribamar Alves e o prefeito mais uma vez garantiu que irá interceder junto à Caixa e solicitar o prosseguimento das obras no residencial.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Prefeito de Paço do Lumiar vistoria obra no Maiobão

“As obras da Avenida 13 já estão bastante adiantadas. Precisávamos resolver o problema desta via, que é de grande importância estratégica e econômica para o nosso município. Essa recuperação vai impactar diretamente na melhoria da vida das pessoas que residem no entorno e também das centenas de carros, ônibus, vans e motos que circulam diariamente por este acesso”, declarou o prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro durante vistoria realizada na última quarta-feira (8).

A fiscalização foi acompanhada pelo vice-prefeito Marcone Lopes; a secretária de Infraestrutura, Andréia Feitosa, além de outros secretários municipais, assessores e vereadores.

A operação está inserida em um cronograma de ações de pavimentação desenvolvido com recursos próprios da Prefeitura, e que engloba vários trechos das vias públicas de bairros e comunidades localizadas no município. Josemar informou ainda que depois de concluída esta etapa, as máquinas devem iniciar os trabalhos na Avenida 14, seguido pelo Sítio Grande na Maioba, além de todo corredor de ônibus de Paço do Lumiar.

Já o vice-prefeito, Marcone Lopes disse que “a fiscalização realizada pela gestão tem como objetivo constatar a qualidade e o andamento das obras. Aproveitamos também para conversar com os moradores e pessoas que passavam pelo local, que avaliaram positivamente a ação da gestão para a melhoria da trafegabilidade na avenida”, salientou.

Desde o início da semana, máquinas fazem o serviço de nivelamento no local. A Sinfra já fez a drenagem, terraplanagem e colocou a base asfáltica. O próximo passo é terminar as sarjetas e meio fio. A via será totalmente pavimentada, recebendo novo asfalto e sinalização. Os trabalhos estão sendo executados por uma empresa contratada por meio de licitação, responsável pelo fornecimento de toda a mão de obra, logística e aparato de máquinas para assentamento e reassentamento de asfalto e meio fio.

A secretária de Infraestrutura, Andréia Feitosa lembrou que a Administração aguarda posicionamento do Governo do Estado para incluir o município no Programa ‘Mais Asfalto’. “Paralelo a essa ação, que é fruto de investimento exclusivo de verbas da Administração Municipal, solicitamos ao Governo Flávio Dino que fosse feita a recuperação de mais 20 km de trechos do município, e estamos aguardando a sinalização do pedido, para que possamos atender a mais comunidades de Paço do Lumiar”.

O empresário Ubiratan Nascimento, 46 anos, falou da satisfação em acompanhar o andamento de uma ação tão importante para a melhoria de vida de quem mora naquela região. “Essa obra proporcionará uma melhoria considerável do acesso por essa via. O prefeito Josemar acertou em olhar por essa avenida de grande acesso ao conjunto Maiobão, e que estava em situação precária. Acredito que a prefeitura deverá também recuperar outras ruas do nosso município”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.