Brasil

Fernando Sarney rejeitou assumir CBF temendo FBI

Blog da Gabriela Moreira, do ESPN

image

Fernando Sarney não aceitou ser presidente da CBF por temer o FBI. Foi o que disse a Marco Polo Del Nero ao receber o convite. O deputado tem medo que as investigações americanas avancem sobre sua vida financeira no Brasil, caso tivesse assumido a entidade. Em 2009, foi investigado pela Polícia Federal com a abertura de cinco inquéritos para apurar os crimes de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

A recusa do vice-presidente da CBF colocou Marco Polo numa saia justa. Escolheria Gustavo Feijó, vice da região Nordeste, ou o deputado Marcus Vicente, vice da região sudeste.

Acabou escolhendo Vicente surpreendendo a maior parte dos presidentes de federação que estavam no prédio da CBF. Embora o deputado tenha sido o escolhido para chefiar a delegação da Seleção Brasileira nos últimos jogos, quando se deu a escolha de Fernando Sarney para substituí-lo na Fifa, há cerca de 15 dias, o deputado nem fora convidado para a reunião, mesmo estando no Rio de Janeiro, o que o deixou, no mínimo, chateado. Na ocasião, quem estava presente, além de Sarney, era Gustavo Feijó.

Nesta quinta-feira, quando o blog soube que Marco Polo estava se licenciando, entrou em contato com Marcus Vicente. O deputado estava no aeroporto de Vitória, onde mora, e tinha como certa a nomeação de Fernando Sarney. Minutos após a conversa, ele recebeu o telefone de Marco Polo trazendo a grande novidade.

Momentos

Marco Polo assistiu à coletiva do Departamento de Justiça americano na sala dele, o 3º andar do novo prédio da CBF. Sozinho, como sempre faz. Após o pronunciamento dos procuradores e do FBI, reuniu seus homens de confiança, o secretário-geral Walter Feldman, e o diretor financeiro, Rogério Caboclo. Após a recusa de Sarney, já com a decisão tomada, chamaram os presidentes de Federação presentes e comunicaram a escolha de Marcus Vicente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Fernando Sarney rejeitou assumir CBF temendo FBI”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. júnior

    Eu não sabia que ele era deputado.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários