Brasil

Governo prorroga IPI menor para carros, móveis e eletrodomésticos

Foi anunciado ontem (29), pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para vários setores, entre elas a linha branca e os automóveis. O benefício começaria a vencer na sexta (31).

Para os produtos da chamada linha branca – que inclui fogões e geladeiras – o benefício foi prorrogado até dezembro. No caso dos veículos, o IPI menor foi estendido até outubro.

O ministro também anunciou a prorrogação do corte do IPI para móveis, painéis e laminados, para materiais de construção e para bens de capital. Para esses setores, o benefício venceria entre setembro e dezembro. Em alguns casos, a prorrogação vai até o fim de 2013. (Do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:

5 comentários em “Governo prorroga IPI menor para carros, móveis e eletrodomésticos”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Carlos Miguel

    A melhor coisa coerente feita foi a prorrogação do IPI. Só assim pessoas que recebem seus vencimentos até o final deste ano, tem a possibilidade de comprar seu automóvel. Uma boa iniciativa.

  2. netoferreira

    Sempre participe da interação de comentários em nosso blog, valeu nobre leitor

  3. Flávia Botelho

    Se analisarmos, economicamente, o Brasil tem possibilidades de tentar estabilizar o IPI dessa forma, pois quando se tem condições econômicas de comprar um automóvel ou eletrodoméstico, de fato gera emprego e renda à população.

    Uma cosia é certa, se continuarmos dessa forma, a facilidade de conquistas sonhos será mais fácil e ao menos tempo poderá ser mais complexa.

  4. RAMALHO ARAGÃO

    Para o engano de vocês; Se o IPI permanecer estabilizado, a economia brasileira irá sofrer serias conseqüências, a começar pela liberação de credito bancário. Um ponto crucial. Se ultrapassar de dezembro, a economia não irá quebrar mais poderá ficar balançada, e então com a retirada do IPI baixo, haverá demissões em massa. Aguardem!

    Sou economista.

  5. netoferreira

    Desde já agradeço pela sua participação…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários