Artigo

O que é arte?

Por Abdon Marinho

Advogado Abdon Marinho.

Advogado Abdon Marinho.

Pois é, eu que já começo a fazer o caminho de volta, hoje me vi fazendo essa pergunta. Me perguntei sobre o que é arte diante da matéria que li e que dizia: “Um estudante de arte da faculdade Saint Martins Art School, em Londres, vai fazer uma performance única.Clayton Pettet, 19, perderá a virgindade anal na frente de cem pessoas, em uma galeria de Londres.
O nome do projeto é “Art School Stole My Virginity” (escola de arte roubou minha virgindade).

Clayton, que está no segundo ano do curso, contará com a participação de um amigo para colocar a performance em prática. Os dois já avisaram que vão usar camisinha…”

A matéria continua com as explicações e acrescenta que a universidade já aprovou o projeto.

Longe de mim vir com falso moralismo sobre o direito ou não de pessoas maiores disporem de seus corpos da forma que quiserem. Menos ainda que resolvam fazer o que propõe o jovem com sua performance pública.

O que indago é: essa performance, aprovada como livre manifestação artística e de liberdade de expressão pela universidade, é arte?

O cidadão fazer sexo publicamente, seja de qualquer gênero, pode ser considerada uma forma de expressão artística?
Será que desde os tempos em que estudei os clássicos gregos do teatro, que estudei a literatura mundial, vi os quadros mais belos, as esculturas mais fenomenais, emocionei-me com o melhor do cinema, etc., as coisas mudaram tanto?

Pronto! Já vão dizer que sou careta, retrógrado, ultrapassado. Onde já se viu não considerar arte uma performance deste naipe, uma coisa única em que o jovem artista vai perder sua virgindade anal pelo bem da arte mundial? Não sou mais “cult”, não consigo enxergar na performance nenhum tipo de arte.

Certa vez escrevi sobre a decadência do que se convencionou chamar de cultura pop. Vejo que esse modelo cultural não cansa, ao menos sinto assim, de avacalhar-se;

Como disse é repito, nada contra que pessoas adultas façam o que suas consciências mandarem, tão pouco que resolva fazer isso perante um público. O questiono é se esse tipo de coisa pode ser considerada arte. Mais, caso seja considerada arte estaria no mesmo patamar das obras Michelangelo, Mozart, Chopin, Da Vince, Picasso, etc. Os mais modernos diriam: Toda arte é diferenciada, não se pode comparar música com arte plástica ou escultura. Não se pode aferir a beleza artística por comparação, cada uma é bela a sua maneira.

Vejam, faço tais indagações desprovido de qualquer juízo de valor. Desprovido de quaisquer conceitos preconcebidos. Não me interessa as atividades extracurriculares do cidadão. O que indago é se esse tipo de manifestação pode ser considerada arte. Por favor, os mais modernos, não me linchem por indagar, como dizia meu velho pai, perguntar não ofende. Vejo se atribuir a arte tantas coisas. Músicas que jurava não serem mais berros, são sucessos de venda, quadros que pensava merecer ir ao lixo, valem milhões e por ai vai. Como saber se essa nova vertente artística algum dia não será reconhecida como de vanguarda? Quer dizer de vanguarda já é. O que quero saber é se é efetivamente arte.
Afinal, o que é arte?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “O que é arte?”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. mario merca

    Sinceramente, eu não vejo nada de interessante nos textos desse advogado…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários